A ATRATIVIDADE DA DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL EM INGRESSANTES DO CURSO DE PEDAGOGIA

  • Carla Patrícia Quintanilha Corrêa Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)/ Instituto Superior de Educação Professor Aldo Muylaert (ISEPAM)
  • Mabta Almeida Galdino Vital Instituto Superior de Educação Professor Aldo Muylaert (ISEPAM)
  • Patrícia de Souza Gomes Lima Instituto Superior de Educação Professor Aldo Muylaert (ISEPAM)
  • Sabrina Almeida de Azevedo Miranda Guimarães Instituto Superior de Educação Professor Aldo Muylaert (ISEPAM)
  • Thayná Barros Moreira Instituto Superior de Educação Professor Aldo Muylaert (ISEPAM)
Palavras-chave: Atratividade docente, Educação Infantil, Valorização da docência.

Resumo

Esta pesquisa objetiva investigar a atratividade para a docência na educação infantil entre ingressantes de um Curso de Licenciatura em Pedagogia, buscando conhecer suas impressões iniciais acerca do trabalho do professor com crianças dessa etapa da educação básica. Para isso, utilizamos como instrumento de pesquisa um questionário preenchido por 63 licenciandos que aceitaram colaborar com o estudo. Tendo como fundamentação teórica os trabalhos de Gatti (2014), Tartuce et al. (2010), Kramer (2014), Brandão e Leal (2011), dentre outros, obtivemos como resultado que a docência na educação infantil é a primeira intenção de atuação entre a maioria dos ingressantes, que demonstraram estar cientes da complexidade do trabalho com crianças dessa faixa etária, indicando a necessidade de um trabalho pedagógico voltado aos interesses próprios do público infantil. Esses resultados nos fazem refletir que mesmo em meio a um cenário de baixa atratividade docente, os ingressantes do curso pesquisado parecem valorizar a docência na educação infantil. Esperamos, com este trabalho, enriquecer o debate sobre a temática proposta, reunindo mais dados de pesquisa que auxiliem na discussão sobre a docência na contemporaneidade. Palavras-chave: Atratividade docente. Educação Infantil. Valorização da docência.

Biografia do Autor

Carla Patrícia Quintanilha Corrêa, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)/ Instituto Superior de Educação Professor Aldo Muylaert (ISEPAM)
Doutora em Educação pela UFJF/ Professora do Curso de Licenciatura em Pedagogia do ISEPAM/ Pós-doutoranda em Educação pela UFJF
Mabta Almeida Galdino Vital, Instituto Superior de Educação Professor Aldo Muylaert (ISEPAM)
Licencianda do Curso de Licenciatura em Pedagogia do ISEPAM
Patrícia de Souza Gomes Lima, Instituto Superior de Educação Professor Aldo Muylaert (ISEPAM)
Licencianda do Curso de Licenciatura em Pedagogia do ISEPAM
Sabrina Almeida de Azevedo Miranda Guimarães, Instituto Superior de Educação Professor Aldo Muylaert (ISEPAM)
Licencianda do Curso de Licenciatura em Pedagogia do ISEPAM
Thayná Barros Moreira, Instituto Superior de Educação Professor Aldo Muylaert (ISEPAM)
Licencianda do Curso de Licenciatura em Pedagogia do ISEPAM
Publicado
2019-04-02