Soluções Educacionais para o Desenvolvimento Humano

  • Inês Kisil Miskalo Instituto Ayrton Senna
Palavras-chave: desenvolvimento humano, educação de qualidade, gestão educacional, educação formal, políticas públicas

Resumo

O grande desafio da educação no Brasil não é só universalizar o acesso ao ensino, mas dar condições para a permanência e sucesso dos alunos. Para isso, é preciso investir na qualificação de professores e na adoção de políticas públicas eficientes, eficazes e efetivas, baseadas em modelos de gestão configurados pela articulação de recursos humanos, materiais e financeiros e, principalmente, de conhecimentos com focos em resultados. A reestruturação qualitativa que a educação pública precisa só se efetuará com um esforço tríplice envolvendo a vontade política do poder público, a cooperação do setor privado e a contribuição da sociedade civil. Essas parcerias garantem à esfera pública a viabilização de projetos fundamentais para o crescimento do País. E permitem que a educação passe a ocupar o lugar de destaque que ela merece na agenda nacional como via para o desenvolvimento humano, porque é essencial para garantir às pessoas os conhecimentos e competências que lhes permitem fazer escolhas conscientes, melhorar sua saúde e participar ativamente na sociedade. Esse artigo pretende refletir sobre a missão do Instituto Ayrton Senna em promover a educação de qualidade às novas gerações de brasileiros como precondição para o desenvolvimento humano. Seus programas educacionais levam para as redes públicas de ensino municipais e estaduais práticas gestoras que garantem mudanças conceituais e alteram o ciclo vicioso do fracasso escolar.

Biografia do Autor

Inês Kisil Miskalo, Instituto Ayrton Senna
Coordenadora da Área de Educação Formal do Instituto Ayrton Senna
Seção
Dossiê