CURRÍCULO, CRIANÇA E INFÂNCIA: ENTRE DIFERENTES VOZES

  • Gicele Maria Cervi Universidade Regional de Blumenau
  • Monique Cristina Francener Hammes Schütz Universidade Regional de Blumenau
Palavras-chave: Infância. Criança. Currículo. Educação Infantil. Ensino Fundamental.

Resumo

O objetivo deste artigo foi analisar, a partir dos documentos legais e das práticas discursivas das professoras, os conceitos de criança, infância e currículo. A abordagem da pesquisa é qualitativa. Trata-se de uma pesquisa de campo. Realizou-se coleta de dados junto aos documentos legais e a duas professoras da Educação Infantil e duas professoras dos anos iniciais do Ensino Fundamental da rede municipal de Blumenau, Santa Catarina, no ano de 2014. Os resultados da pesquisa demonstram a sintonia das práticas discursivas das professoras com os documentos legais, o distanciamento entre a Educação Infantil e o Ensino Fundamental, a força dos discursos da psicologia e da medicina nas práticas discursivas das professoras entrevistadas e nos documentos legais, a fragilidade quanto às concepções de criança e currículo, das professoras entrevistadas, e a intensificação da escolarização, juntamente a ampliação do ofício de aluno das crianças pequenas. Percebeu-se que as discussões sobre currículo não atravessam o cotidiano das professoras pesquisadas e que a criança, ao fazer a passagem da Educação Infantil para o Ensino Fundamental, torna-se aluno. Palavras-chave: Criança. Currículo. Educação Infantil. Ensino Fundamental. Infância.

Biografia do Autor

Gicele Maria Cervi, Universidade Regional de Blumenau
Professora Doutora do Departamento de Educação da Universidade Regional de Blumenau
Monique Cristina Francener Hammes Schütz, Universidade Regional de Blumenau
Mestranda do programa de pós-graduação, mestrado em educação da Universidade Regional de Blumenau - FURB
Publicado
2016-12-12
Seção
Artigos