O MODELO HIDROLÓGICO SWAT APLICADO À ANÁLISE DA PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS DA BACIA DO RIO IVAÍ-PR

Resumo

Esta pesquisa apresenta uma análise da produção de sedimentos da bacia hidrográfica do rio Ivaí, Paraná e a relação com as características físicas e de uso da terra, ressalta também a importância desta dinâmica nos processos geomorfológicos da área. A bacia do rio Ivaí ocupa uma área de 36,587 mil km², sendo abrangida por diferentes compartimentos geomorfológicos, substrato geológico complexo e solos também variados. Para a análise proposta foi utilizado o modelo SWAT (Soil and Water Assessment Tool) com base no ano de 2009. Nesse sentido, pretendeu-se verificar quais variáveis mais influenciam a produção de sedimentos na bacia. Os resultados evidenciaram maiores índices de produção de sedimentos (16,35-31,86 ton/ha) nas sub-bacias 25, 23, 14 e 26 no setor médio, 3 no setor inferior e 21 no superior. Esses limiares foram influenciados, sobretudo pelos índices de escoamento superficial (384 - 573 mm/ano), os elevados índices pluviométricos e as declividades mais acentuadas.

Biografia do Autor

Ordilei Aparecido Gaspar Melo, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ

DOUTORANDO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ.

Publicado
2020-05-06
Seção
Artigos