IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE DE DEPÓSITOS TECNOGÊNICOS NO PERÍMETRO URBANO DE PELOTAS (RS)

  • Flavio Almansa Baumbach Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pelotas
  • Márlon Roxo Madeira Bacharel em Geografia Universidade Federal de Pelotas
  • Marília Silva da Costa Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal de Rio Grande
  • Ricardo Brandolt de Jesus Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal de Pelotas
  • Adriano Luís Heck Simon Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal de Pelotas

Resumo

Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de identificar, classificar e caracterizar exemplos de depósitos tecnogênicos que ocorrem no perímetro urbano de Pelotas (RS), a fim de compreender as especificidades da ação humana enquanto agente geomorfológico. Foram identificados previamente 13 pontos de ocorrência de depósitos tecnogênicos em diferentes locais do perímetro urbano de Pelotas para reconhecimento em campo. A classificação e caracterização em campo se deu a partir de uma chave de classificação elaborada de acordo com a proposta de Peloggia (1999) e adaptações de Silva et al. (2014). Foram identificadas tipologias de depósitos tecnogênicos de todas as gêneses, com predomínio de depósitos construídos e induzidos. A diversidade dos depósitos tecnogênicos identificados demonstra a complexidade dos mecanismos de controle antrópico sobre áreas úmidas da área em estudo e demanda providências por parte do poder público em pontos críticos onde a existência destes depósitos pode gerar impactos ambientais de maior magnitude.
Publicado
2020-05-06
Seção
Artigos