PROCESSOS DE ACUMULAÇÃO POR ESPOLIAÇÃO: O CASO DA MINERAÇÃO DA VALE S.A. EM MOÇAMBIQUE

  • Ana Paula Saragossa Corrêa
  • José Gilberto Souza Unesp, (IGCE) Campus de Rio Claro, Brasil

Resumo

Os processos de extração mineral se constituem exemplo de estratégias de acumulação por espoliação ocorridos em Estados fragilizados e dependentes econômica, social e institucionalmente. Essas táticas determinam as lógicas territoriais de apropriação da terra e da organização social do trabalho, reflexos estes fortemente vivenciados em países africanos, particularmente, em Moçambique. A pesquisa fundamenta-se em um referencial teórico e metodológico que investiga a relação entre a acumulação por espoliação e as comunidades diretamente atingidas pela extração do minério de carvão, tutoreado pela empresa Vale S.A. O presente estudo contempla uma análise de dados secundários disponibilizados por instituições governamentais e não governamentais, com base nas principais atuações da Vale S.A., nos processos de extração mineral. Além disso, a pesquisa tem por objetivo demonstrar as ações e processos geopolíticos dos atores hegemônicos sobre as populações a partir de suas estratégias empresariais da empresa Vale S.A. na extração de carvão nas minas de Moatize e suas determinações territoriais.

Biografia do Autor

José Gilberto Souza, Unesp, (IGCE) Campus de Rio Claro, Brasil
Departamento de Geografia IGCE - Unesp
Publicado
2019-08-02
Seção
Artigos