ESTRUTURAS DE COMERCIALIZAÇÃO DE HORTIFRUTIGRANJEIROS EM ITABAIANA/SE

  • Diana Mendonça de Carvalho Universidade Federal de Sergipe
  • José Eloízio da Costa Universidade Federal de Sergipe

Resumo

A comercialização dos produtos agrícolas reflete a transferência de um produto pelos diversos elos da cadeia produtiva. Desse entendimento, o presente artigo analisa as estruturas de comercialização, em âmbitos atacadistas e varejistas, no município de Itabaiana/SE. Para tanto foi realizada pesquisa bibliográfica e trabalho de campo junto aos comerciantes desses segmentos. A comercialização agrícola realizada em Itabaiana perpassa a atuação da feira, dos supermercados e do segmento atacadista. A primeira esfera resulta da reprodução do trabalho dos pequenos agricultores. O segundo é um tipo de intermediação que trabalha com tecnologias de venda e possibilita a comercialização de produtos “in natura”, como frutas e hortaliças. Enquanto que o terceiro segmento é responsável pelo repasse da mercadoria agrícola do produtor (tanto do produto importado quanto do produzido pelo município) a outros comerciantes, principalmente aos varejistas.

Biografia do Autor

Diana Mendonça de Carvalho, Universidade Federal de Sergipe
Mestre em Geografia (NPGEO/UFS)
José Eloízio da Costa, Universidade Federal de Sergipe
Doutor em Geografia Agrária pela UNESP/Rio Claro, Coordenador do Núcleo de Pós-graduação em Geografia da UFS e Coordenador do Grupo de Pesquisa sobre Transformações no mundo rural (NPGEO/UFS/CNPq).
Publicado
2012-12-18
Seção
Artigos