GEOFÍSICA APLICADA NO ESTUDO DE ÁREA DE LANÇAMENTO DE EFLUENTES DE TRATAMENTO DE ESGOTO

  • Cesar Augusto Moreira Unesp - Campus Rio Claro. Instituto de Geociências e Ciências Exatas
  • João Cardoso Dourado Unesp - Campus Rio Claro. Instituto de Geociências e Ciências Exatas
  • Kátia dos Santos Unesp - Campus Rio Claro. Instituto de Geociências e Ciências Exatas
Palavras-chave: Caminhamento elétrico, sondagem elétrica vertical, efluentes, fertilização, pluma de contaminação

Resumo

Este trabalho apresenta os resultados da aplicação do método geofísico de eletrorresistividade, especificamente das técnicas de sondagem elétrica vertical e caminhamento elétrico, no estudo de campo experimental, monitorado pela Escola Superior de Agronomia Luis de Queiroz – ESALQ, irrigado por efluentes gerados em lagoas de estabilização do tipo aeróbica-facultativa na ETE (Estação de Tratamento de Esgotos) da SABESP, no município de Lins (SP). Palavras-chave: Caminhamento elétrico, sondagem elétrica vertical, efluentes, fertilização, pluma de contaminação.

Biografia do Autor

Cesar Augusto Moreira, Unesp - Campus Rio Claro. Instituto de Geociências e Ciências Exatas
Bacharel em Geologia pela Universidade Estadual Paulista - UNESP (2003), cuja monografia de conclusção de curso envolve a aplicação dos métodos geofísicos de Radar de Penetração no Solo e Eletromagnético Indutivo. Mestre em Geociências pelo IGCE/UNESP (2005) sob o tema "Aplicação do método Eletromagnético Transiente em área contaminada sob Atenuação Natural". Doutorando em Geociências pelo IGCE/UNESP, com ênfase na aplicação dos métodos de Eletrorresistividade, Polarização Induzida (IP) e Potencial Espontâneo (SP). Experiência na área de geofísica, com ênfase em métodos elétricos, eletromagnéticos e potenciais aplicados à estudos ambientais, hidrogeológicos e estudos geológicos. http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4758701J9
Publicado
2008-09-24
Seção
Artigos