Pesquisa em Educação Ambiental e Questões Epistemológicas: desafios e perspectivas

  • Rosa Maria Feiteiro Cavalari UNESP
  • Eunice Schilling Trein

Resumo

Entendemos por desafios a crise das muitas dimensões da vida que estamos atravessando neste momento. Ela não é somente de ordem empírica, senão que se expressa, também, na nossa percepção teórica da realidade. Se há insegurança há, igualmente, referências sobre as quais podemos buscar apoios. Em meio à perplexidade de uma desordem que beira o caos, cumprimos com nossas tarefas na intenção de abrir novas perspectivas. Nesse sentido é que trazemos, aqui, os resultados das discussões ocorridas no âmbito do Grupo de Discussão de Pesquisa (GDP) Pesquisa em Educação Ambiental e questões epistemológicas, durante a realização do X Encontro de Pesquisa em Educação Ambiental (X EPEA), realizado no período de 01 a 04 de setembro de 2019, Aracaju-SE.  Assim, neste artigo, além de apresentar uma breve síntese dos onze trabalhos inscritos no GDP, cinco pesquisas teóricas e seis pesquisas empíricas buscamos, ainda, apresentar os principais desafios enfrentados pelo GDP ao longo das três últimas edições do EPEA (VII, VIII e IX EPEAs), a partir dos artigos publicados na Revista de Pesquisa em Educação Ambiental (REVPEA), nos números dedicados aos Encontros de Pesquisa em Educação Ambiental (EPEA). Além dos desafios, de natureza teórico-epistemológica e de natureza institucional, procuramos apontar, também, perspectivas de continuidade dos trabalhos do GDP.

Biografia do Autor

Rosa Maria Feiteiro Cavalari, UNESP

Professora Livre-Docente da Universidade Estadual Paulista “Júlio Mesquita Filho” (UNESP) Campus do Rio Claro, São Paulo, Brasil.

Eunice Schilling Trein

Professora Titular da Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói, RJ, Brasil

Publicado
2020-06-17
Seção
Artigos