Os referenciais teórico-metodológicos nas pesquisas sobre políticas públicas de educação ambiental: articulando e aprofundando os conceitos de Estado, sociedade civil e políticas públicas

  • Eduardo da Costa Pinto D’Avila
  • Leonardo Kaplan
  • Rodrigo Lamosa

Resumo

A proposta deste artigo é identificar os principais referenciais teórico-metodológicos e autores presentes nas pesquisas sobre as políticas públicas de educação ambiental (EA), tomando como base os trabalhos aprovados nos Encontros Pesquisa em Educação Ambiental (X EPEA), no Grupo de Discussão de Pesquisa (GDP) sobre Políticas Públicas de Educação Ambiental, ocorridos entre 2011 e 2019. Além disso, pretende-se realizar uma análise comparativa desses trabalhos, destacando os objetivos, referenciais e temas. O estudo é parte de um movimento que vem sendo realizado nesse GDP desde 2009, com a construção coletiva de uma agenda de pesquisas que busca levantar questões comuns para os pesquisadores desse subcampo, no sentido de avançar nas discussões travadas, seja nas próprias pesquisas, seja durante os encontros de pesquisa. Este artigo, portanto, se soma ao conjunto de iniciativas do GDP e de pesquisadores que entendem que o fortalecimento do campo científico pressupõe o adensamento teórico das pesquisas realizadas.

Biografia do Autor

Eduardo da Costa Pinto D’Avila

Professor Doutor de Sociologia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRJ), Campus Duque de Caxias. Av. República do Paraguai, 120, Vila Sarapuí, Duque de Caxias.

Leonardo Kaplan

Professor Doutor da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (EDU/UERJ), Departamento de Estudos Aplicados ao Ensino (DEAE).

Rodrigo Lamosa

Professor Doutor da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e do Programa de Pós-Graduação em Educação, Demandas Populares e Contextos Contemporâneos (PPGEduc/UFRRJ). 

Publicado
2020-06-17
Seção
Artigos