Educação Matemática e sua Influência no Processo de Organização e Desenvolvimento Curricular no Brasil

  • Célia Maria Carolino Pires Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Resumo

e desenvolvimento curricular no Brasil, especialmente no período de 1960, em que começa a influência do Movimento Matemática Moderna, até o momento atual, buscando analisar as influências da área de Educação Matemática nesse processo2. A organização e desenvolvimento curricular são impulsionadas, de modo geral, por projetos desencadeados pelas políticas públicas de âmbito nacional e regional e, muitas vezes, por influência de movimentos internacionais como foi o caso do Movimento Matemática Moderna e atualmente, de grandes avaliações internacionais como é o caso do Programa Internacional de Avaliação de alunos (PISA) que acabam exercendo influência nas decisões sobre currículos. Por não serem documentos acadêmicos, os textos oficiais não explicitam suas fontes teóricas, mas as indicam nas referências bibliográficas e não é difícil identificá-las em suas formulações, mostrando em cada período as influências mais importantes. Ao apresentar essa trajetória desejamos enfatizar a necessidade de ampliar e aprofundar as investigações sobre organização e desenvolvimento curricular na área de Educação Matemática e de inserir o tema como elemento essencial à formação de professores. Palavras-chave: Organização e Desenvolvimento Curricular. Educação Matemática.

Biografia do Autor

Célia Maria Carolino Pires, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Concluiu Mestrado em Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1982) e Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1995). Atuou como docente em Matemática na Educação Básica como professora, diretora de escola e supervisora de ensino na rede pública do Estado de São Paulo/Brasil. Desde 1980 atua na educação superior e atualmente é professora titular do Departamento de Matemática e professora do Programa de Estudos Pós Graduados em Educação Matemática. Desenvolve projetos de pesquisa sobre os temas Inovações curriculares na Educação Básica" e "Formação de Professores de Matemática . Participou como elaboradora e coordenadora da equipe de elaboração dos Parâmetros Curriculares Nacionais do Ministério da Educação, para o Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos. Recebeu o título de Cavaleiro da Ordem Nacional do Mérito Educativo, Ministério da Educação do Brasil (2002). Recebeu o Prêmio Jabuti, de melhor livro didático da Câmara Brasileira do Livro (1994) e o Prêmio Capes de Teses da Área de Ensino de Ciências e Matemática, como orientadora de tese de doutorado (2006). Foi presidente da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (2001/2004) e Presidente da Federação Iberoamericana de Educação Matemática (2003/2004). Foi coordenadora do Curso de Licenciatura em Matemática da PUC/SP(2005/2007). Atualmente é vice-coordenadora do Curso de Pós-Graduação em Educação Matemática da PUC/SP. Organizou e coordenou vários cursos Programas de Formação de Professores na rede pública de São Paulo. Atualmente, coordena o Programa de Orientações Curriculares da rede municipal de São Paulo.
Publicado
2008-09-27
Seção
ARTIGOS