A USAID e o Ensino de Matemática no Rio Grande do Norte

  • Arlete de Jesus Brito Universidade Estadual Paulista

Resumo

A década de 1960 foi marcada por grandes mudanças na educação em geral e, especificamente no ensino de matemática, em todo o Brasil. Além da Lei de Diretrizes e Bases para a Educação (lei 4024/1961) tais mudanças, elas se materializaram também por meio de movimentos que possuíam tanto objetivos opostos, quanto modos de efetivação díspares. Por um lado, podemos considerar os movimentos de valorização da educação e da cultura popular e por outro, têm-se os acordos internacionais entre universidades e órgãos governamentais, como a SUDENE e o MEC com a United States Agency for International Development (USAID) que visavam ao alinhamento cultural. Neste artigo exporemos alguns destes acordos e sua interferência em dois momentos da formação de professores da escola primária, na área de ensino de matemática, no Rio Grande do Norte. Palavras-chave: Formação de Professores. USAID. Movimento da Matemática Moderna.

Biografia do Autor

Arlete de Jesus Brito, Universidade Estadual Paulista
possui doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1999). Atualmente é professora assistente da Universidade Estadual Paulista - Júlio de Mesquita Filho. É parecerista das revistas Zetetike e Educação Matemática em Revista (1517-3941). Tem experiência na área de Educação Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: historia da matematica, formação de professores, educação de jovens e adultos e ensino.
Publicado
2008-10-06
Seção
ARTIGOS