<b>Educação Matemática na Escola Indígena sob uma Abordagem Crítica</b>

  • Luci dos Santos Bernardi Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ)
  • Ademir Donizeti Caldeira Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR)
Palavras-chave: Educação Escolar Indígena Kaingang. Globalização. Matemacia. Foreground.

Resumo

Resumo Esse artigo busca promover uma reflexão sobre desafios da Educação Matemática na Escola Indígena, tendo como referência o povo Kaingang da Terra Indígena Xapecó, em Ipuaçu (SC), e as possibilidades de inserção, no ambiente de sala de aula, de discussões relacionadas aos papéis desempenhados pela matemática na sociedade indígena. Com esse propósito, apresentamos contribuições da Educação Matemática Crítica a partir de três questões fundamentais: o quadro sociopolítico da educação matemática (globalização e guetorização), competências que deveriam ser associadas à educação matemática (matemacia) e o foreground dos estudantes indígenas. A compreensão de que as práticas e a produção de conhecimentos matemáticos ocorrem em todas as culturas é um dos esteios desse trabalho, que tem aporte teórico na Etnomatemática. Palavras-chave: Educação Escolar Indígena Kaingang. Globalização. Matemacia. Foreground. Critical Approach in Mathematical Education in an Indigenous School Abstract This article encourages a reflection on the challenges facing mathematical education in an indigenous school in a Kaingang community located in the Xapeco indigenous land area in Ipuacu (SC), and the possibilities of insertion, into the environment of the classroom, of discussions related to the roles played by mathematics in indigenous society. For this purpose, we present contributions from critical mathematical education regarding three fundamental issues: the sociopolitical context of mathematical education (globalization and ghetto-ization), competencies that should be associated with mathematical education (mathemacy) and foreground of indigenous students. The understanding that the practices and the production of mathematical knowledge occur in all cultures is one of the mainstays of this study, which is based on the theoretical foundations of Ethnomathematics. Keywords: Kaingang Indigenous School Education. Globalization. Mathemacy. Foreground.

Biografia do Autor

Luci dos Santos Bernardi, Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ)
Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Professora da Área de Ciências Exatas e Ambientais da Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ).
Ademir Donizeti Caldeira, Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR)
Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professor do Departamento de Metodologia de Ensino do Centro de Educação e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Endereço para correspondência: Rod. Washington Luis Km 235 (SP-310), CEP: 13.565-905, São Carlos, SP, Brasil.
Publicado
2012-05-16
Seção
ARTIGOS