<b>Pintar, Dobrar, Recortar e Desenhar: o ensino da Simetria e Artes Visuais em livros didáticos de matemática para os anos iniciais do Ensino Fundamental </b>

  • Luciana Ferreira dos Santos Rede Municipal da Cidade de Olinda (RMO)
  • Rosinalda Aurora de Melo Teles Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: Interdisciplinaridade. Simetria. Artes Visuais. Livro didático.

Resumo

Resumo Neste artigo analisamos atividades que articulam Simetria e Artes Visuais em Livros didáticos de Matemática para os anos iniciais do Ensino Fundamental. Identificamos diversas modalidades artísticas (desenho, dobradura, padrões, gravuras, pintura, arquitetura), distribuídas de modo desigual no conjunto das 17 coleções; 45% das 200 atividades são de desenho e 55% correspondem ao conjunto das outras modalidades. Apontamos, no conjunto destas atividades, elementos teóricos referentes às propriedades da simetria de reflexão e de translação e, observamos que estes são abordados de forma intuitiva e pragmática, sem uma complexificação ao longo das séries, como sugere o Guia do Livro Didático. A coleta e a interpretação dos dados foram calcadas no método da análise do conteúdo de Bardin (2009) e na análise teórica de Michel Henry (2006). Palavras-chave: Interdisciplinaridade. Simetria. Artes Visuais. Livro didático. Painting, Folding, Cutting and Drawing: teaching Symmetry and Visual Arts in mathematics textbooks for the initial Primary School years Abstract In this article we analyze activities which link symmetry and visual arts in books for teaching mathematics in the initial years of primary school. We identified a diversity of artistic modes (drawing, folding, patterns, etchings, painting, architecture) distributed sporadically throughout 17 sets of textbooks. 45% of 200 activities consist of drawing and the other 55% are composed of a variety of other media. We point out theoretical elements linked to the properties of mirror symmetry and translational symmetry in the range of activities explored. A degree of intuitive and pragmatic engagement was observed, but not necessarily an increase in the complexity of artistic engagement from one grade to another, as was originally suggested in the Teaching Guide. The collection and interpretation of data was based upon the content analysis method described by Bardin (2000) and theoretical analysis in Michel Henry (2006). Keywords: Interdisciplinary. Symmetry. Visual Arts. Teaching Texts.

Biografia do Autor

Luciana Ferreira dos Santos, Rede Municipal da Cidade de Olinda (RMO)
Mestre em Educação Matemática e Tecnológica pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Recife, PE. Professora dos anos iniciais da Rede Municipal da Cidade de Olinda (RMO), Olinda, PE, Brasil.
Rosinalda Aurora de Melo Teles, Universidade Federal de Pernambuco
Doutora em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Professora do Departamento de Métodos e Técnicas de Ensino (DMTE) e do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática e Tecnológica (EDUMATEC) na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Recife, PE, Brasil.
Publicado
2012-05-20
Seção
ARTIGOS