COGERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO ESTADO DE SÃO PAULO: UMA PROPOSTA DE ESTUDO DA ATUAÇÃO DA EMPRESA "RAÍZEN ENERGIA"

  • Amanda Gadotti Universidade Estadual Paulista (UNESP) – Campus de Rio Claro
  • Fabricio Gallo Unesp - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Câmpus de Rio Claro

Resumo

Este artigo visa analisar a renovação da materialidade e ampliação da geração de energia elétrica no estado de São Paulo (Brasil), simétrico ao sistema e cogeração das Usinas de Açúcar e Etanol, sendo que parte excedente desta cogeração já é vendida e incorporada ao SIN - Sistema Integrado Nacional. Mais especificadamente, a partir dos anos 1980 o bagaço da cana-de-açúcar entra como biomassa de grande potencial energético na cogeração de energia elétrica e o setor sucroenergético privado passa a ser o agente detentor da principal biomassa para a cogeração de energia elétrica. Assim, neste texto buscamos investigar a atuação da empresa Raízen Energia no interior paulista.

Biografia do Autor

Amanda Gadotti, Universidade Estadual Paulista (UNESP) – Campus de Rio Claro
Licenciada e Bacharel em Geografia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) – Campus de Rio Claro
Fabricio Gallo, Unesp - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Câmpus de Rio Claro
Prof. Assistente Dr. lotado no DEPLAN/IGCE da Unesp - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Campus de Rio Claro.
Publicado
2017-02-20
Seção
Artigos