IMPACTOS DA PANDEMIA DE COVID-19 NOS TRABALHOS DE CAMPO DAS PESQUISAS GEOGRÁFICAS

  • ANDREA CÉSAR DA SILVEIRA Universidade Estadual do Ceará
  • FREDERICO DE HOLANDA BASTOS Universidade Estadual do Ceará

Resumo

Este artigo apresenta um panorama dos impactos negativos provocados pela pandemia de Covid-19 nas pesquisas de pós-graduação em Geografia no Brasil, considerando o período compreendido entre março de 2020 e fevereiro de 2021. O objetivo foi tentar verificar quais os principais impedimentos para a realização dos trabalhos de campo e as possíveis adaptações. Para tanto, realizamos uma coleta de dados por meio de formulários elaborados na plataforma digital Google Forms, encaminhados via correio eletrônico. Obteve-se a participação de 207 alunos, referentes a 18 programas de pós-graduação, das cinco regiões do país. Os resultados revelaram que 59,4% dos alunos suspenderam totalmente as atividades de campo nos primeiros 12 meses da pandemia, enquanto outros tiveram que tomar decisões drásticas, incluindo a exclusão do trabalho de campo. A prorrogação de prazos se faz necessária para a conclusão das pesquisas, notadamente daquelas onde não houve possibilidades de ajustes e adaptações.

Biografia do Autor

ANDREA CÉSAR DA SILVEIRA, Universidade Estadual do Ceará

Doutoranda em Geografia pelo Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (UECE), inserida no Laboratório de Estudos Morfoestruturais e Pedológicos (LEMEP). Possui mestrado em Tecnologia e Gestão Ambiental pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (2011), graduação em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará (2017) e graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Ceará (2002).

FREDERICO DE HOLANDA BASTOS, Universidade Estadual do Ceará

Pós-doutor em Geografia Física (Universidade Federal do Ceará/UFC-2016), Doutor em Geografia (UFC-2012) e Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente (UFC-2005). Concluiu Especialização em Geoprocessamento Aplicado à Análise Ambiental e Recursos Hídricos (Universidade Estadual do Ceará/UECE-2005), Licenciatura em Geografia (UECE-2002) e Bacharelado em Geografia (UECE-2000). Atualmente é Professor Adjunto dos Cursos de Geografia da UECE e Docente Permanente e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Geografia (ProPGeo/UECE). Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geografia Física, atuando principalmente nos seguintes temas: Geomorfologia, Análise Geoambiental, Geoprocessamento, Planejamento Ambiental e Ordenamento Territorial (Zoneamentos).

Publicado
2021-05-25
Seção
Artigos