MUDANÇAS NA VEGETAÇÃO RIBEIRINHA ASSOCIADA A FORMAS E PROCESSOS GEOMORFOLÓGICOS EM UM SETOR PERIURBANO DE BAHÍA BLANCA (ARGENTINA)

  • MARILINA GONZÁLEZ Universidad Nacional del Sur - CONICET
  • VERÓNICA GIL UNS- CONICET
  • JORGE GENTILI UNS- CONICET

Resumo

Em um setor da bacia inferior do córrego Saladillo de García, no qual se desenvolve o noroeste e oeste periurbano da cidade de Bahía Blanca, a sociedade tornou-se um importante agente geomorfológico, pois por meio de suas práticas interveio e modificou os componentes do rio. paisagem alterando formas, processos e funções. O objetivo é estudar em que medida essas mudanças influenciam a distribuição e o tipo de cobertura vegetal na área. Para isso, foram selecionadas três unidades amostrais e a partir das imagens de satélite foi realizada uma análise visual multitemporal a fim de identificar as alterações mais significativas na vegetação da área. Os resultados alcançados indicam que as variações mais significativas no tipo e cobertura da vegetação foram identificadas nos setores em que foram registradas as maiores intervenções antrópicas.

Biografia do Autor

VERÓNICA GIL, UNS- CONICET

Lic. y Prof. en Geografia (UNS)
Doctora en Geografia (UNS)
Profesora Adjunta de la Universidad Nacional del Sur (UNS) en las catedras de Climatologia, Hidrografía Continental y Marina y Geografía Física
Investigadora Adjunta del Consdejo Nacional de Investigaciones Cientificas y Tecnicas (CONICET)

JORGE GENTILI, UNS- CONICET

Lic. en Geografia (UNS)
Esp. en Sistemas de Informacion Geografica (UDFJC)
Doctor en Geografia (UNS)
Profesor Adjunto de la Universidad Nacional del Sur (UNS) en las catedras de Climatologia y Sistemas de Informacion Geografica
Investigador Adjunto del Consejo Nacional de Investigaciones Cientificas y Tecnicas (CONICET)

Publicado
2021-11-22
Seção
Artigos