EXPANSÃO RECENTE DO SETOR SUCROENERGÉTICO E IMPLICAÇÕES TERRITORIAIS NA PECUÁRIA BOVINA: UMA AVALIAÇÃO NA REGIÃO DE ITUITABA (MG)

Resumo

O objetivo deste artigo é avaliar as implicações territoriais da expansão recente da cana-de-açúcar sobre os espaços da pecuária bovina na MRG de Ituiutaba. O campo na região de Ituiutaba é marcado, historicamente, pela presença da pecuária bovina, afirmando-se como uma região tradicional nesta atividade. Recentemente, a região conhece, através de ações do Estado e da nova condição do setor sucroenergético no país, uma significativa expansão do cultivo da cana, afirmada pela inserção de três usinas, o que implicou em mudanças significativas na dinâmica da pecuária bovina. Para tal, identificamos três processos da expansão do setor sobre a pecuária na região de Ituiutaba: o deslocamento – quando pecuaristas arrendam a área e investem recursos em outros espaços–; a substituição – quando proprietários de terras desistem da atividade e arrendam as propriedades para o plantio de cana –; e também a coexistência (proximidade) da produção do setor sucroenergético e da pecuária bovina.

Biografia do Autor

MATHEUS EDUARDO SOUZA TEIXEIRA, Universidade Federal de Uberlândia

Doutorando em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Uberlândia (Conceito CAPES 5), atuando na linha de pesquisa "Dinâmicas Territoriais". Mestre em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Uberlândia. Graduado em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia no Instituto de Ciências Humanas do Pontal - ICHPO/UFU com habilitação em licenciatura e bacharelado. Foi Professor de Geografia no Programa Ações Formativas Integradas de Apoio ao Ingresso no Ensino Superior (Afin), na Universidade Federal de Uberlândia (campus Pontal) nos anos de 2015, 2016 e 2017.

MIRLEI FACHINI VICENTE PEREIRA, Universidade Federal de Uberlândia

É geógrafo (licenciado e bacharel), mestre (2005) e doutor (2009) em Geografia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), Campus Rio Claro. Atualmente, é Professor Associado no Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia (IG-UFU), atuando desde 2008 na Área de Geografia Humana para os cursos de licenciatura e bacharelado. É professor dos cursos de mestrado e doutorado no Programa de Pós-Graduação em Geografia (IG-UFU) desde 2011. Foi tutor do Programa de Educação Tutorial PET-Geografia MEC/UFU (bolsista MEC/FNDE), entre 2016 e 2019 e Editor gerente da revista Sociedade & Natureza, entre 2012 e 2014. É membro da Rede de Pesquisas sobre Regiões Agrícolas - REAGRI. Principais temas de pesquisa: Modernização territorial, especializações territoriais produtivas, redes e circuitos espaciais de produção, circuitos da economia urbana, região e regionalização, regiões agrícolas, agronegócio e dinâmicas territoriais, urbanização e agronegócio, globalização e política.

Publicado
2021-11-22
Seção
Artigos