OS DESAFIOS DE CAMINHAR PELA AVENIDA MORANGUEIRA EM MARINGÁ/PR.

  • DIEGO VIEIRA RAMOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
  • FERNANDO LUIZ DE PAULA SANTIL Universidade Federal de Urberlândia

Resumo

Com o crescimento populacional das cidades brasileiras, houve a degradação das infraestruturas e o consequente surgimento de problemas urbanos como o déficit habitacional, a falta de saneamento básico, a propagação de doenças etc. O que expos a necessidade de se repensar os caminhos do planejamento e da gestão, sobretudo, da mobilidade urbana. Dessa maneira, os estímulos aos deslocamentos ativos, passaram a figurar como uma importante ação para a promoção da mobilidade e a sustentabilidade urbana. Na cidade de Maringá, assim como em parte das cidades brasileiras, as discussões voltadas a mobilidade têm se tornado uma das principais pautas da gestão. O que demonstra a necessidade de se estimular estudos a respeito da temática. Neste cenário, o presente trabalho tem por objetivo caracterizar as condições das calçadas presentes na Avenida Morangueira (uma das principais vias da cidade). Para isto, adotou-se o método IQC (Índice de Qualidade de Calçadas), adaptado aos trabalhos de Ferreira e Sanches (2001). Após a sua aplicação, foi possível identificar que, em um panorama geral, os resultados obtidos puderam ser classificados como bom ou ótimo. No entanto, quando vistas de maneira específicas, percebeu-se a presença de pontos em que o resultado está abaixo da média global, o que sugere a necessidade de medidas intervenção de estimulem a melhoria do local.

Publicado
2022-06-03
Seção
Artigos