PLANEJAMENTO DO USO DO SOLO EM AMBIENTE SIG: ALOCAÇÃO DE UM DISTRITO INDUSTRIAL NO MUNICÍPIO DE LAJEADO, RS, BRASIL

  • Eduardo Périco UNIVATES e Universidade Luterana do Brasil – ULBRA
  • Gisele Cemin FAPERGS

Resumo

O uso de sistemas de informação geográfica na tomada de decisão vem se tornando uma importante ferramenta para o planejamento do uso do solo, visto que permite um resultado mais rápido e com menos subjetividade. Este trabalho teve como objetivo apresentar um modelo espacial de localização de um distrito industrial no município de Lajeado, RS, através de uma metodologia de avaliação por critérios múltiplos em SIG. Foram avaliados quatro critérios restritivos: as Áreas de Preservação Permanente (APPs), as Áreas de Uso Restrito (AUR), a mata nativa e a área urbana, e cinco critérios de fatores: a declividade, rede viária, uso e cobertura do solo, geologia e pedologia, sendo estes, com algum grau de aptidão, entre 0 (menos apto) a 255 (mais apto). Como resultado, obteve-se dezessete fragmentos de área, com mais de 10 ha, que apresentam um alto valor de aptidão, segundo os critérios avaliados. Palavras-chave: planejamento urbano, distrito industrial, sistemas de informações geográficas, avaliação multi-criterial, fragmentação.

Biografia do Autor

Eduardo Périco, UNIVATES e Universidade Luterana do Brasil – ULBRA
Professor/pesquisador do Centro Universitário UNIVATES e da Universidade Luterana do Brasil – ULBRA
Gisele Cemin, FAPERGS
Bolsista de Iniciação Científica da FAPERGS Rua Avelino Tallini, 171, CEP-95900-000, Lajeado, RS
Publicado
2007-04-04
Seção
Artigos