AVALIAÇÃO DOS PONTOS DE VULNERABILIDADE OCASIONADOS PELA AÇÃO SOLAR NUMA MICROBACIA HIDROGRÁFICA NO SEMI-ÁRIDO DA PARAÍBA

  • Kallianna Dantas Araujo Universidade Federal do Tocantins
  • Paulo Roberto de Oliveira Rosa UFPB
  • Alberício Pereira de Andrade UFPB
  • Roberto Wagner Cavalcanti Raposo UFPB
  • Eduardo Pazera Jr COPAM-PB

Resumo

Foram avaliados pontos de vulnerabilidade ocasionados pela ação solar numa microbacia hidrográfica no semi-árido da Paraíba, durante uma translação, de outubro de 2003 a setembro de 2004 na Estação Experimental Bacia Escola – CCA/UFPB, em São João do Cariri-PB. Definiram-se cinco pontos de determinação em uma toposeqüência em que foram analisados: variáveis meteorológicas; evapotranspiração potencial e dendrometria. A maior incidência da radiação solar global, absorvida, refletida e insolação, foi verificada nos meses de agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro, coincidindo com os meses de maiores taxas de evapotranspiração; A amplitude de variação anual da nebulosidade na região é relativamente pequena, variando de 5 a 8/10 ao longo do ano; Recomenda-se não deixar o solo desnudo, uma vez que os fatores erosivos são mais intensos nessa situação. Palavras-chave: microbacia hidrográfica, toposeqüência, cobertura vegetal, variáveis meteorológicas, erosão.

Biografia do Autor

Paulo Roberto de Oliveira Rosa, UFPB
Depto de Geociências (DGEOC), CCEN, UFPB, João Pessoa - PB
Alberício Pereira de Andrade, UFPB
DSER, CCA, UFPB, Areia - PB
Roberto Wagner Cavalcanti Raposo, UFPB
DSER, CCA, UFPB, Areia - PB
Eduardo Pazera Jr, COPAM-PB
Conselho de Proteção Ambiental do Estado da Paraíba (COPAM-PB)
Publicado
2007-04-17
Seção
Artigos