A EXPANSÃO URBANA NA BACIA DO RIBEIRÃO MESTRE D’ARMAS (DF) E A QUALIDADE DA ÁGUA

  • Paulo Roberto de Sousa Carvalho UnB

Resumo

Este trabalho teve como objetivo analisar a evolução do uso e da ocupação do solo na bacia do ribeirão Mestre D’Armas (Distrito Federal), através da aplicação de técnicas de geoprocessamento, relacionando esta evolução com a análise de amostras de água coletadas em 4 pontos, usando como base a resolução n º 20/86 do CONAMA. Foram interpretados 06 parâmetros: demanda química de oxigênio; fósforo total; turbidez; oxigênio dissolvido; sólidos em suspensão; e amônia. Os resultados demonstraram que houve um forte crescimento da área urbana consolidada e de loteamentos, além do decréscimo da qualidade das águas do ribeirão para o uso huma no até o ano de 1998, havendo uma melhoria da qualidade com a implantação da estação de tratamento de esgoto da cidade de Planaltina. Palavras-Chave: Expansão Urbana, Modelo Digital de Terreno, Bacia Hidrográfica.

Biografia do Autor

Paulo Roberto de Sousa Carvalho, UnB
Mestrando do Curso de Pós-Graduação em Geografia do Departamento de Geografia, Universidade de Brasília (UnB)
Publicado
2007-04-18
Seção
Artigos