O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A submissão está sendo feita em um dos seguintes meses: abril, maio, outubro ou novembro. (Submissões feitas fora desses meses serão rejeitadas.)
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.

Diretrizes para Autores

A Revista Estudos Geográficos, por motivo de redução de seus recursos humanos e orçamentários, não poderá mais receber originais em Fluxo Contínuo.

A submissão de originais estará aberta nos seguintes períodos:

Primeiro Semestre: meses de abril e maio
Segundo Semestre: meses de outubro e novembro.

NORMAS EDITORIAIS 1- Fonte Arial, corpo 12; espaço simples; tabulação 1,25 cm; margens (todas) de 2,5 cm, página tamanho A4. 2- Número máximo de páginas (inclusive ilustrações, anexos e bibliografia): Artigos - 25 páginas Notas - 10 páginas Resenhas - 5 páginas 3 - Idioma: poderão ser publicados textos idiomas diversos do português, como o inglês, o francês, o espanhol e o italiano, desde que correspondam ao idioma original do(s) autor(es). 4 - Unidade de Medida: A Revista utiliza o Sistema Internacional de Unidades (métrico). Outras unidades devem ser indicadas entre parêntesis. 5 - É de responsabilidade do autor a correção ortográfica e gramatical do texto. 6 - A redação do texto deverá respeitar as seguintes prescrições: a) Título do Trabalho: Maiúsculas, Centralizado, Fonte Arial 18; b) O arquivo deverá ser encaminhado sem a identificação do(s) autor(es) c) Resumo: (somente para artigos): em português e outro em inglês ou francês, contendo de 100 a 150 palavras, com indicação de três a cinco palavras-chave em português e na outra língua escolhida. O título também deve ser traduzido. Deve ser inserido antes do início do texto, separado por uma linha antes e outra depois. d) Capítulos, títulos e subtítulos: devem destacados no texto com uma linha antes e outra depois: Título 1: Arial, maiúsculas, FONTE 16, esquerda; Título 2: Arial, maiúsculas, fonte 14, esquerda; Título 3: Arial, maiúsculas, fonte 12, esquerda. e) Notas e comentários: deverão vir ao pé da página em fonte Times New Roman 9 f) Tabelas, gráficos e figuras: deverão vir incluídos no texto, no local e seqüência em que serão publicados e de acordo com as normas da ABNT Deverão ter, no máximo, as seguintes dimensões: 14 x 23 cm. Devem ser legíveis, concisos e referenciados no texto. As ilustrações poderão ser coloridas, sendo que os gráficos não devem envolver mais que 6 cores diferentes. O título deverá ser colocado na parte superior e a fonte, na parte inferior das tabelas, quadros e figuras. g) Equações- Devem constar no texto em estilo adequado. Autores devem deixar claro a distinção entre os diferentes tipos de letras e entre letras e números h) Citações bibliográficas: deverão seguir o sistema de chamada autor-data conforme as normas da ABNT (NBR 10520 –.apresentação de citações em documentos) e listadas alfabeticamente no final do trabalho. As referencias no texto devem ser citadas entre parêntesis na seguinte ordem: sobrenome do autor, ano de publicação e número da página. Nas citações, as entradas pelo sobrenome do autor, pela instituição responsável ou título incluído na sentença devem ser em letras maiúsculas e minúsculas, e quando estiverem entre parênteses devem ser em letras maiúsculas. Exemplos: Oliveira (2012, p.08) considera a territorialização dos monopólios um processo... Segundo Raffestin (1993, p. 143), espaço e território não são termos equivalentes... "A territorialização dos monopólios atua, simultaneamente, no controle da propriedade privada da terra, do processo produtivo no campo e do processamento industrial da produção agropecuária" (OLIVEIRA, 2012, p.08). "Ao se apropriar de um espaço, concreta ou abstratamente (por exemplo, pela representação), o ator territorializa o espaço" (RAFFESTIN, 1993, p. 143). As transcrições no texto de até três linhas devem estar encerras entre aspas duplas. As aspas simples são utilizadas para indicar citação no interior da citação. Exemplo: Segundo Souza (2013, n/p) [...] "a análise das estratégias de espoliação, ou acumulação primitiva – originária em Marx (1974) –, presentes no conflito entre ‘fazendeiros’ e indígenas no país, o que em verdade aparece como um conflito ‘produtivo x não-produtivo’, ‘brancos x índios’, configurando-se em um prestidigitação de um processo central de acumulação via captura da renda fundiária". As transcrições no texto com mais de três linhas devem ser destacadas com recuo de 4 cm da margem esquerda, com letra menor (tamanho 11) que a do texto utilizado e sem aspas. g) Referências Bibliográficas: deverão ser redigidas conforme as normas da ABNT (NBR 6023 ). Deverão constar todas as referências citadas no texto. Exemplos: SOUZA, J. G. A Geografia Agrária e seus elementos de crítica sobre o avanço do capital monopolista no campo brasileiro. Canadian Journal of Latin American and Caribbean Studies, v. 34, p.147-176, 2010. LUXEMBURGO, R. A acumulação do capital. Série Os Economistas. São Paulo: Abril Cultural, 1985. 417p. OLIVEIRA, A. U. O Nó da Questão Agrária em Mato Grosso do Sul. In: ALMEIDA, R. A. (Org.). A Questão Agrária em Mato Grosso do Sul – uma visão multidisciplinar. 1ª ed. Campo Grande: UFMS, 2008, v. 01, p. 05-14. MOTTA, J. M. Territórios e territorialidades Guarani e Kaiowa: da territorialização precária na reserva indígena de Dourados à multiterritorialidade. 2011. Dissertação de Mestrado em Geografia apresentada à Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD - MS, Brasil). h) Agradecimentos: se houver, devem ser colocados sob a forma de nota ao final do artigo. DIRECTRICES PARA AUTORES Normas Editoriales 1- Fuente Arial; tamaño 12; interlineado simple; tabulación de 1,25 cm; márgenes (todas) de 2,5 cm, página tamaño A4. 2- Número máximo de páginas (incluyendo ilustraciones, adjuntos y bibliografía): Artículos - 25 páginas Notas - 10 páginas Reseñas - 5 páginas 3 - Idioma: los textos podrán ser publicados en idiomas diversos del portugués, como lo inglés, lo francés, lo español y lo italiano, desde que correspondan al idioma original de los autores. 4 - Unidad de Medida: la Revista utiliza lo Sistema Internacional de Unidades (métrico). Otras unidades deberán ser mencionadas entre paréntesis. 5 – Es de responsabilidad del autor la corrección ortográfica y gramatical del texto. 6 - La redacción del texto deberá respetar las seguientes prescripciones: a) Título del Trabajo: Mayúsculas, Centralizado, Fuente Arial 18; b) Nombre de los(s) autor (es): Arial, minúsculas, centralizado, fuente 16, con nota a pie de página numerada, indicando la instituición al que cada autor pertenece, su dirección postal para contacto y correo electrónico. c) Resumen: (somiente para artículos): en portugués y otro en inglés o francés, contiendo de 100 a 150 palabras, indicando de 3 a 5 palabras clave en portugués y en lo otro idioma elegido. Lo título también deberá ser traducido. Lo resumen deberá ser insertado antes del comienzo del texto, separado por una línea antes y otra después. d) Capítulos, títulos y subtítulos: deben ser salientados en el texto con una línea antes y otra después: Título 1: Arial, mayúsculas, fuente 16, izquierda; Título 2: Arial, mayúsculas, fuente 14, izquierda; Título 3: Arial, mayúsculas, fuente 12, izquierda. e) Notas y comentarios: deberán vir al pie de la página en fuente Times New Roman 9 f) Tablas, gráficos y figuras: deberán ser incluídos en el texto, en el local e secuencia en que se publicarán. Los miesmos deberán ter, lo máximo, las seguientes dimensiones: 14 x 23 cm. Deben ser legibles, concisos y referenciados en el texto. Las ilustraciones poderán ser coloridas, pero que los gráficos no deben envolver más que 6 cores distintas. g) Ecuaciones - Deben contener en el texto en estilo adecuado. Autores deben dejar claro la distinción entre los diferentes tipos de letras e entre letras y números. h) Citas bibliográficas: utilizar lo sistema de chamada autor-data conforme las normas de la ABNT (NBR 10520 – apresentación de citas en documentos) y listadas alfabéticamente en la página final del trabalo. Las referencias no texto deben ser citadas entre paréntesis en la siguiente orden: apellido del autor, año de publicación y número de la página. En las citas, las entradas pelo sobrenome do autor, pela instituição responsável ou título incluído na sentença devem ser em letras maiúsculas e minúsculas, e quando estiverem entre parênteses devem ser em letras maiúsculas. Ejemplos: Oliveira (2012, p.08) considera a territorialização dos monopólios um processo... Según Raffestin (1993, p. 143) el espacio y el territorio no son equivalentes... "A territorialização dos monopólios atua, simultaneamente, no controle da propriedade privada da terra, do processo produtivo no campo e do processamento industrial da produção agropecuária" (OLIVEIRA, 2012, p.08). "Ao se apropriar de um espaço, concreta ou abstratamente (por exemplo, pela representação), o ator territorializa o espaço" (RAFFESTIN, 1993, p. 143). Las transcripciones en el texto de un máximo 3 líneas deben encerrar entre comillas dobles. Las comillas simples se utilizan para indicar la cita dentro de otra cita. Ejemplos: Según Souza (2013, n/p) [...] "a análise das estratégias de espoliação, ou acumulação primitiva – originária em Marx (1974) –, presentes no conflito entre ‘fazendeiros’ e indígenas no país, o que em verdade aparece como um conflito ‘produtivo x não-produtivo’, ‘brancos x índios’, configurando-se em um prestidigitação de um processo central de acumulação via captura da renda fundiária". Las transcripciones em el texto con más de 3 líneas deben ser destacadas com un retiro de 4 cm de la margen izquierda, con letra más pequeña (tamaño 11) que el texto y sin comillas. g) Referencias Bibliográficas: deben estar escritas de acuerdo con las normas da ABNT (NBR 6023). Deberá incluir todas las referencias citadas en el texto. Ejemplos: SOUZA, J. G. A Geografia Agrária e seus elementos de crítica sobre o avanço do capital monopolista no campo brasileiro. Canadian Journal of Latin American and Caribbean Studies, v. 34, p.147-176, 2010. LUXEMBURGO, R. A acumulação do capital. Série Os Economistas. São Paulo: Abril Cultural, 1985. 417p. OLIVEIRA, A. U. O Nó da Questão Agrária em Mato Grosso do Sul. In: ALMEIDA, R. A. (Org.). A Questão Agrária em Mato Grosso do Sul – uma visão multidisciplinar. 1ª ed. Campo Grande: UFMS, 2008, v. 01, p. 05-14. MOTTA, J. M. Territórios e territorialidades Guarani e Kaiowa: da territorialização precária na reserva indígena de Dourados à multiterritorialidade. 2011. Dissertação de Mestrado em Geografia apresentada à Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD - MS, Brasil). h) Agradecimientos: si hay, deben ser colocados en forma de notas al final del artículo.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.