Tributo a uma geração

Geografia - PPG em Geografia UNESP Campus de Rio Claro

A difusão de resultados de pesquisas, ideias e conhecimentos produzidos pelas ciências é realizada no formato de artigos acadêmicos que compõem, periodicamente, as revistas científicas. Até pouco tempo, o acesso às revistas era restrito às bibliotecas universitárias e comunidade de acadêmicos, professores, pesquisadores e discentes. Com o avanço da sociedade em rede, o conhecimento científico difunde-se de forma mais democrática e rápida, mas nem sempre a produção de tempos anteriores aos nossos é acessada e torna-se conhecida. A ciência se constrói por acumulo de conhecimento e o que foi produzido em períodos passados é a base para muito do que se sabe hoje. Um giro pelos periódicos acadêmicos de décadas passadas nos permite identificar distintas reflexões teóricas que demarcaram momentos históricos únicos e formas como os estudos se comportaram ao longo do tempo. Na Geografia não é diferente. O resultado das longas e exaustivas reflexões produzidas pelos geógrafos estão registradas em publicações científicas que, na trajetória acadêmica, podem manter-se ativas por décadas ou, como resultado da dinâmica do conhecimento científico, encerrar-se, desaparecer do cenário e tornarem-se desconhecidas pelas novas gerações.

O fundamental das trajetórias de tais periódicos é que elas registraram momentos importantes da história de gerações de pensadores/cientistas/pesquisadores/geógrafos que em suas épocas ofereceram aos leitores interpretações sobre a ação humana na superfície terrestre.

O debate científico é importante e, para realizá-lo de forma ampliada, conhecer as diversas interpretações e visões de mundo, em diferentes épocas é, no mínimo, estar aberto ao conhecimento ampliado.

É pensando nisso que entendemos ser importante recuperar a história e apresentar a graduandos e pós-graduandos de Geografia, através de nomes importantes da Geografia da Unesp de Rio Claro, os fundamentos teóricos, conceituais e do pensamento geográfico desenvolvidos por uma geração de geógrafos que escreveram um capítulo importante na história da Geografia brasileira.

Através de uma seleção de textos de autores/geógrafos/professores/pesquisadores na UNESP de Rio Claro procuramos dar luz ao conhecimento produzido e registrado em periódicos tradicionais à Geografia brasileira. Falamos do Boletim de Geografia Teorética e da revista Geografia. Ambos buscaram contribuir na divulgação e discussão de aspectos teóricos e temas específicos da Geografia.

Para promover o conhecimento do debate sobre a Geografia desenvolvido na UNESP de Rio Claro e fazer uma homenagem à uma geração que muito contribuiu e tornou Rio Claro um lugar no mapa da ciência geográfica brasileira é que, ao longo de 2022, resgataremos artigos produzidos pelos geógrafos e geógrafas de Rio Claro que foram pensadores de uma época.

Curadoria: Darlene Ferreira e Comitê Editorial do periódico Geografia

 

ARTIGOS

A SITUAÇÃO DA GEOGRAFIA ENTRE AS CIÊNCIAS
Lívia de Oliveira

AS PERSPECTIVAS IDEOGRÁFICA (IDIOGRÁFICA) E NOMOTÉTICA EM GEOGRAFIA

Antônio Carlos Tavares

 

GEOGRAFIA FÍSICA

Antônio Christofoletti

 

CONCEITOS ECONÔMICOS BÁSICOS PARA A GEOGRAFIA DA AGRICULTURA

Antônio Olívio Ceron

 

METODOLOGIA INTEGRADA NO ESTUDO DO MEIO AMBIENTE
Margarida Maria Penteado Orellana
 
OS MUNICÍPIOS TURÍSTICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO:  DETERMINAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO GERAL
Juergen Richard Langenbuch