Estímulos dados às Experiências Pedagógicas e à Produção de Livros Didáticos no Período da Matemática Moderna: contexto Brasil-Portugal

  • Gladys Denise Wielewski Universidade Federal do Mato Grosso
  • José Manuel Matos Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unidade de Investigação, Educação e Desenvolvimento (UIED).
  • Sergio Antonio Wielewski Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).
Palavras-chave: Matemática Moderna. Experiência Pedagógica. Estudo Histórico Comparativo.

Resumo

No século XX, a matemática escolar tornou-se foco de atenção em congressos nacionais e internacionais, evidenciando uma necessidade de se repensar seu ensino. A discussão ampliou-se e resultou, no final da década de 1950, na elaboração de uma proposta de internacionalização do ensino de Matemática, contando com o envolvimento de órgãos como UNESCO e OECE. A OECE propiciou a elaboração de recomendações para a implantação da Matemática Moderna (MM). Essas recomendações foram divulgadas e ressignificadas em diversos países. Pretendemos, a partir de algumas das recomendações da OECE, identificar como estas foram operacionalizadas, tendo como referência Brasil e Portugal. Pergunta-se: o que representou a realização de experiências com a MM e a publicação de livros didáticos nestes países? Para tanto, utilizamos produção bibliográfica sobre MM, documentos oficiais encontrados em Arquivos Históricos de Portugal e entrevista com um participante da modernização da Matemática em Portugal. Palavras-chave: Matemática Moderna. Experiência Pedagógica. Estudo Histórico Comparativo.
Publicado
2010-05-27
Seção
ARTIGOS