<strong> Compreensões de Alunos e Professores sobre Média Aritmética</strong>

  • Mabel Marques UFPE
  • Gilda Lisbôa Guimarães Universidade Federal de Pernambuco – UFPE
  • Verônica Gitirana EDUMATEC/UFPE
Palavras-chave: Educação Estatística. Média aritmética. Anos iniciais do Ensino Fundamental.

Resumo

Resumo Esse estudo investigou como o conceito de média aritmética é compreendido por alunos e professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental, considerando diferentes invariantes, significados e representações. Solicitou-se aos participantes (179 alunos e 31 professores) que respondessem individualmente um teste. Foram criados dois testes, com equivalência entre os invariantes e significados, mas variando a representação do enunciado das questões: gráfico de colunas ou enunciado escrito. Observou-se uma grande dificuldade na compreensão dos diferentes invariantes e significados. Os professores apresentaram um desempenho significativamente superior ao dos alunos, entretanto, inferior ao esperado. O significado teve maior influência do que o invariante no desempenho dos sujeitos. O tipo de representação não foi um fator determinante, mas exerceu influência na estratégia de resolução utilizada. Palavras-chave: Educação Estatística. Média aritmética. Anos iniciais do Ensino Fundamental. Students´ and Teachers´ understandings of Arithmetic Mean Abstract This research investigated how arithmetic mean is understood by teachers and pupils from the first years of elementary school. Different invariants, meanings and representations were taken into account. Each participant (179 students and 31 teachers) individually answered a test. Two tests with equivalence between the invariants and meanings were specially designed, varying the representation: graph of columns or a written statement. The teachers had significantly higher scores than the students, however it was less than we expected. Great difficulties to understand different invariants and meanings were observed, although, the meaning had more influence than the invariants for these students. The kind of representation was not a determining factor for the comprehension of mean, but influenced the strategies used by the participants. Keywords: Statistics Education. Arithmetic mean. Primary school.

Biografia do Autor

Mabel Marques, UFPE
Mestre em Educação Matemática e Tecnológica pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) - Recife, PE, Brasil. Endereço para correspondência: Rua Jornal do Comércio, nº 398, Bairro Alto da Maternidade. CEP: 54.800-000, Moreno, PE, Brasil.
Gilda Lisbôa Guimarães, Universidade Federal de Pernambuco – UFPE
Doutora em Psicologia Cognitiva pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Professora da Pós-graduação em Educação Matemática e Tecnológica da Universidade Federal de Pernambuco (EDUMATEC/UFPE), Recife, PE, Brasil. Endereço para correspondência: Rua José Nunes da Cunha, 4180, CEP: 54.440-030. Jaboatão dos Guararapes, PE, Brasil.
Verônica Gitirana, EDUMATEC/UFPE
PhD em Educação Matemática pela Universidade de Londres. Professora da Pós-graduação em Educação Matemática e Tecnológica, Universidade Federal de Pernambuco (EDUMATEC/UFPE), Recife, PE, Brasil. Endereço para correspondência: Estrada de Aldeia, Km 14. Condomínio Casa Grande D’Aldeia, 208, Araça, CEP: 54.783-010. Camaragibe, PE, Brasil.
Publicado
2012-01-11