<b> Evidências de Validade de uma Prova de Letramento Estatístico: um estudo com estudantes universitários de cursos tecnológicos </b>

  • Verônica Yumi Kataoka UNIBAN - São Paulo-SP-Brasil
  • Claudette Maria Medeiros Vendramini USF
  • Claudia Borim da Silva USJT
  • Maria Helena Palma de Oliveira UNIBAN
Palavras-chave: Escala de letramento estatístico Taxonomia. SOLO Estágios de conhecimento de contexto (Tiers). Modelo de Rasch.

Resumo

Resumo O estudo buscou evidências de validade numa prova de letramento estatístico, com seis questões, aplicada a 236 universitários de seis cursos tecnológicos, recém-concluintes da disciplina Estatística. As respostas foram analisadas de acordo com categorias apresentadas por Watson e Callingham, construídas com base na interação da Taxonomia SOLO e estágios de conhecimento de contexto. A classificação das respostas foi feita com o auxílio do mapa de itens do modelo de créditos parciais de Rasch. Propriedades psicométricas das questões indicam evidências de validade da prova para avaliar o construto letramento estatístico, apresentando consistência interna satisfatória e valores de infit e outfit adequados. Foi comparada, também, a ordem de dificuldade das categorias de respostas obtidas no estudo de Watson e Callingham com os determinados neste trabalho. Os resultados indicam que mesmo num contexto de aplicação diferente (background estatístico, faixa etária), a escala de letramento estatístico pode ser utilizada para ambos os grupos. Palavras-chave: Escala de letramento estatístico Taxonomia. SOLO Estágios de conhecimento de contexto (Tiers). Modelo de Rasch. Evidences of Validity of a Statistics Literacy Test: a study with college students of technological courses Abstract The study was aimed at testing the validity of a statistics literacy test composed of six questions, applied to 236 college students from six technological programs who had recently completed a Statistics course. Answers were analyzed using categories presented by Watson and Callingham, based on interaction of SOLO Taxonomy and Hierarchy of statistical literacy (Tiers). Answers were classified using the item map of the Rasch model for partial credits. Psychometric properties of the questions provide evidence of the validity of the test to assess the “statistic literacy” construct, presenting satisfactory internal consistency and adequate infit and outfit values. The order of difficulty of the answer categories was also compared to that reported in the Watson and Callingham study. Results suggest that even in a different context of application (statistics background, age), the statistics literacy scale can be used for both groups. Keywords: Statistics literacy scale. SOLO Taxonomy. Hierarchy of statistical literacy (Tiers). Rasch model.

Biografia do Autor

Verônica Yumi Kataoka, UNIBAN - São Paulo-SP-Brasil
Doutora em Estatística e Experimentação Agropecuária pela Universidade Federal de Lavras(UFLA). Professora da Universidade Bandeirante de São Paulo (UNIBAN), Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática, São Paulo, SP, Brasil. Endereço para correspondência: Av Braz Leme, 3029, Santana, CEP: 02022-011, São Paulo, SP, Brasil.
Claudette Maria Medeiros Vendramini, USF
Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professora da Universidade São Francisco (USF), Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Itatiba, SP, Brasil.
Claudia Borim da Silva, USJT
Doutora em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Professora da Universidade São Judas Tadeu (USJT), São Paulo, SP, Brasil. Endereço para correspondência: Rua Taquari, 546, Mooca, CEP: 03166-000, São Paulo, SP, Brasil. .
Maria Helena Palma de Oliveira, UNIBAN
Doutora em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Professora da Universidade Bandeirante de São Paulo (UNIBAN), Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática, São Paulo, SP, Brasil. Endereço para correspondência: Av Braz Leme, 3029, Santana, CEP: 02022-011. São Paulo, SP, Brasil.
Publicado
2012-01-11