<b>Livros Didáticos e Apostilas: o currículo de matemática e a dualidade do ensino médio<b>

  • Aline Germano Fonseca
  • Denise Silva Vilela

Resumo

Resumo Neste artigo apresentaremos os resultados de uma pesquisa que tem como objetivo comparar apostilas e livros didáticos de Matemática do Ensino Médio, enfocando, a partir da teoria crítica de currículo (SILVA, 2011), conteúdos, sequências e objetivos de ensino expressos nestes materiais. Coloca-se como hipótese a dualidade do Ensino Médio no Brasil, propedêutico ou profissional, a qual estará expressa também no material didático. As análises revelaram que, apesar do livro didático aparentemente possuir a estrutura e abordagem de conteúdo diferentes das apostilas, os materiais se assemelham nos conteúdos, na sequência deles e na organização disciplinar, o que indica que as novas tendências do ensino, preconizadas no PCN e PNLD-EM, estão superficialmente expressas nos livros didáticos. A hipótese da dualidade se confirma pelo excesso de exercícios nas apostilas, recorrentes “chamadas” e referências a vestibulares, o que remete a um tipo de condicionamento. Palavras-chave: Livros Didáticos. Apostilas. Currículo de Matemática. Ensino Propedêutico ou Profissional.
Publicado
2014-08-31
Seção
ARTIGOS