<b>De Professor de Matemática a Pesquisador em Educação Matemática: uma trajetória</b>

  • André Luis Trevisan Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - câmpus Londrina

Resumo

Resumo Consciente que minhas (pré) concepções acerca da Matemática, de ensinar Matemática e, principalmente, de avaliar em Matemática provêm da própria história enquanto estudante e professor em formação, organizei o memorial que aqui apresento e que constituiu parte do capítulo inicial de minha tese de doutorado. Partindo de uma experiência com a utilização de uma prova em fases nas aulas de Matemática, numa tentativa de aproximá-la de sua perspectiva formativa, deparei-me com uma série de inquietações que me instigaram a interpretar quem sou, o que penso e por que assim penso. Este texto, que retrata parte do caminho trilhado, é resultado desse processo de reflexão, em que me tornei protagonista da minha própria pesquisa, na qual propus-me a investigar minha atuação em sala de aula e em especial minha prática avaliativa, a partir das relações com os vários contextos nos quais encontro-me inserido. Ao publicá-lo, vislumbro instigar outros professores a se tornarem também investigadores de suas práticas. Palavras-chave: Educação Matemática. Avaliação da Aprendizagem Escolar. Avaliação como Prática de Investigação.

Biografia do Autor

André Luis Trevisan, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - câmpus Londrina
Bacharel em Matemática Aplicada e Computacional e Licenciado em Matemática pela Universidade Estadual de Campinas (2005), Mestre em Matemática Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (2008) e Doutor em Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina (2013). Tem experiência na Educação Básica e no Ensino Superior. Atualmente é professor efetivo da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, câmpus Londrina.
Publicado
2014-08-31
Seção
ARTIGOS