<b>As Narrativas de Duas Professoras em seus Processos de Desenvolvimento Profissional em Educação Estatística</b>

  • Celi Espasandin Lopes

Resumo

Resumo Este artigo discute a potencialidade das narrativas para o desenvolvimento profissional de duas professoras que ensinam Matemática no Ensino Fundamental e estão inseridas em um grupo de trabalho colaborativo denominado Grupo de Investigação e Formação em Educação Matemática (GIFEM), o qual tem por objetivo viabilizar aos professores participantes a superação do desafio de implementar a Educação Estatística em suas aulas. Considera-se, neste estudo, o desenvolvimento profissional como um processo que salienta os aspectos que o professor, em função de suas competências, pode desenvolver e discute as contribuições da produção de narrativas para esse processo. Analisa as narrativas escritas e orais das professoras, produzidas a partir de atividades desenvolvidas com turmas do 5º e do 9º anos e busca evidências da ampliação do conhecimento profissional das professoras, do redimensionamento de sua prática e da produção de saberes que foram socializados durante os encontros do GIFEM. Palavras-chave: Desenvolvimento Profissional. Narrativas. Prática Docente. Educação Estatística. Educação Matemática.

Biografia do Autor

Celi Espasandin Lopes
Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (FE/ UNICAMP). Professora Titular do Mestrado e do Doutorado em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL), São Paulo, SP, Brasil.
Publicado
2014-08-31
Seção
ARTIGOS