COMPARAÇÃO DE MÉTODOS DE CLASSIFICAÇÃO PARA O MAPEAMENTO DA COBERTURA DA TERRA NO SETOR NORTE DA ILHA DO MARANHÃO

Classification methods comparison for the mapping of the land cover in the North sector of the Maranhão Island

  • Adilson Matheus Borges MACHADO Pós-Graduação em Geoprocessamento, Especialização, Instituto Federal do Maranhão
  • Taíssa Caroline SILVA RODRIGUES Pós-Graduação em Geoprocessamento, Especialização, Instituto Federal do Maranhão

Resumo

A zona costeira se estende das planícies costeiras até a borda externa das plataformas continentais. A GEOBIA (Geographic Object-Based Image Analysis) é um método eficaz na análise de imagens de alta resolução, incluindo fotointerpretação e classificação de características da paisagem. O método de classificação supervisionada consiste em um conhecimento prévio de algumas áreas a serem estudadas, o que permite amostras de confiáveis. Assim, o presente estudo tem como objetivo principal comparar o método de classificação supervisionada pixel a pixel com o método de GEOBIA, buscando o mapeamento da cobertura da terra no setor Norte da Ilha do Maranhão. O algoritmo classificador utilizado foi o Maximum Likelihood Classification. O método de Classificação Supervisionada apresentou um valor de Kappa de 0,8469, Exatidão Global de 0,8950 e Variância Kappa de 0,0009295. Para a GEOBIA apresentou um valor de Kappa de 0,9410, Exatidão Global de 0,9600 e Variância Kappa de 0,0004075. O sensoriamento remoto se mostra extremamente eficiente em pesquisas relacionadas ao uso e ocupação da terra. Os resultados do método da Classificação Supervisionada, apesar de suas limitações, mostraram resultados satisfatórios quando comparados com os resultados do método da GEOBIA, o que torna interessante sua aplicação para iniciativas de mapeamento em diversos municípios brasileiros.

Biografia do Autor

Adilson Matheus Borges MACHADO, Pós-Graduação em Geoprocessamento, Especialização, Instituto Federal do Maranhão

Oceanógrafo formado pela Universidade Federal do Maranhão. Mestre em Oceanografia pela Universidade Federal do Maranhão. Especialização em Andamento em Geoprocessamento pelo Instituto Federal do Maranhão Trabalha como pesquisador auxiliar no Laboratório de Estudos e Modelagem Climática - LaClima Currículo lattes CNPQ: http://lattes.cnpq.br/5361323540321989

Taíssa Caroline SILVA RODRIGUES, Pós-Graduação em Geoprocessamento, Especialização, Instituto Federal do Maranhão

Doutora em Geografia na UNESP/FCT de Presidente Prudente com Doutorado Sanduíche na Universidade de Coimbra - Portugal. É professora substituta na Universidade Estadual do Maranhão - Campus São Luis. Foi professora temporária na Universidade Federal do Maranhão-UFMA no Campus de Bacabal, curso de Ciências Humanas. Mestre em Sensoriamento Remoto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais-INPE (2012-2014), especialista em Engenharia Ambiental pela Universidade CEUMA (2012) e Graduada em Geografia Licenciatura/Bacharelado pela Universidade Federal do Maranhão-UFMA (2007-2012). Atualmente é auxiliar de pesquisa e desenvolve trabalhos em projetos pelo NEPA e no Grupo de Pesquisa dos Sistemas Ambientais Maranhenses (certificado pelo CNPq). Trabalha temas como: Sensoriamento Remoto, Geoprocessamento, Planejamento Urbano, Meio Ambiente com aplicações no Espaço Geográfico.

Publicado
2020-12-19