SULFETOS DO COMPLEXO GABRÓICO CANINDÉ, SISTEMA OROGÊNICO SERGIPANO

Sulphides of the Canindé Gabroic Complex, Sergipano Orogenic System

  • Fábio Bezerra DAMASCENO Universidade Federal de Sergipe
  • Carlos Dinges MARQUES DE SÁ
  • Bruno Luiz Leite MARTINS
  • Danilo dos Santos BARRETO
  • Luan Kellvin Canuto da MOTA

Resumo

O Domínio Canindé, localizado na porção norte do Sistema Orogênico Sergipano, é composto por rochas metavulcânicas e metassedimentares do Complexo Canindé, sendo estas intrudidas pelo corpo gabroico denominado Complexo Gabroico Canindé. A ocorrência de mineralizações sulfetadas de Cu-Ni nos gabros já foi documentada anteriormente e será detalhada neste trabalho no que se refere à sua mineralogia e mineraloquímica, através de utilização microscopia óptica de transmissão e reflexão, de microssonda eletrônica e microscopia eletrônica de varredura. Análises por estes métodos microanalíticos permitiram identificar, em amostras coletadas nos afloramentos do Complexo Gabroico Canindé, a presença de pirita, calcopirita, pirrotita, pentlandita, esfalerita, violarita e spionkopita, com análises para os teores em elementos maiores e menores neles presentes. Entre os sulfetos identificados, a violarita (FeNi2S4) e a spionkopita (Cu39S28) ainda não haviam sido descritas anteriormente no Domínio Canindé. Evidências de alteração hidrotermal tardia nos gabros apontam para gênese dos minerais secundários violarita e spionkopita por alteração dos sulfetos primários de Ni e Cu respectivamente.

Biografia do Autor

Fábio Bezerra DAMASCENO, Universidade Federal de Sergipe

Aluno de mestrado, membro do Grupo de Pesquisa em Recursos Minerais (RECMIN), Programa de Pós Graduação em Geociências e Análise de Bacias (PGAB), Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Publicado
2020-09-29