POLÍTICAS DE ADAPTAÇÃO FRENTE ÀS MUDANÇAS CLIMÁTICAS GLOBAIS: ESTRATÉGIAS DE GESTÃO PARA AS PRAIAS DO MUNICÍPIO DE MATA DE SÃO JOÃO, LITORAL NORTE DA BAHIA, BRASIL

Adaptation policies in front of global climate changes: management strategies for the beaches of the municipality of Mata de São João, Northern coast Bahia, Brazil

  • Jacqueline Lopes de SOUZA Universidade Federal da Bahia.
  • Iracema Reimão SILVA Universidade Federal da Bahia. Instituto de Geociências.
  • Rodrigo Alves SANTOS Universidade Federal da Bahia.

Resumo

A possibilidade de perda das praias arenosas em decorrência das mudanças climáticas em curso, tem atualmente despertado grandes preocupações. Saber qual a melhor resposta a essas mudanças é fundamental para a manutenção desses ambientes. Desta forma, visando contribuir com a gestão das praias de Mata de São João (BA), na prevenção de futuras perdas econômicas, este estudo tem como objetivo principal analisar as políticas de adaptação mais adequadas para estas praia. As políticas discutidas foram classificadas em três opções de adaptação: proteção, acomodação e recuo. Foram realizadas visitas de campo com caminhadas ao longo de toda a linha de costa de Mata de São João, contabilizando 26 km de descrição, observação e registros fotográficos. As caminhadas foram realizadas em dois períodos distintos, verão e inverno, e permitiu indicar a política de adaptação mais adequada para cada trecho da área estudada. A baixa ocupação na maior parte da sua linha de costa permite o estabelecimento de faixas de recuo seguindo recomendações do Ministério do Meio Ambiente em aproximadamente 92,8% da área estudada. Nos trechos com ocupação, as técnicas de proteção como alimentação praial, reabilitação do cordão arenoso e bagwall são as mais adequadas. Essas políticas permitirão o restabelecimento e a continuidade da funcionalidade destas praias.

Biografia do Autor

Jacqueline Lopes de SOUZA, Universidade Federal da Bahia.

Universidade Federal da Bahia. Instituto de Geociências. Departamento de Oceanografia. Rua Barão de Jeremoabo, s/n, Campus Universitário de Ondina, Salvador – BA.

Iracema Reimão SILVA, Universidade Federal da Bahia. Instituto de Geociências.

Universidade Federal da Bahia. Instituto de Geociências.

Departamento de Oceanografia.

Rua Barão de Jeremoabo, s/n, Campus Universitário de Ondina,

Salvador – BA.

Rodrigo Alves SANTOS, Universidade Federal da Bahia.

Universidade Federal da Bahia. Instituto de Geociências.

Departamento de Oceanografia.

Rua Barão de Jeremoabo, s/n, Campus Universitário de Ondina, Salvador – BA.

Publicado
2020-12-19