ANÁLISE DA EVOLUÇÃO COSTEIRA NO MUNICÍPIO DE BEBERIBE, ESTADO DO CEARÁ, ENTRE OS ANOS DE 1979 A 2019

Analysis of coastal evolution in the municipality of Beberibe, State of Ceará, between the years 1979 to 2019

  • Camila Praxedes Braga TEIXEIRA Universidade Federal do Ceará (UFC)
  • Michael Vandesteen Silva SOUTO Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Lívian Rafaely de Santana Gomes PINHEIRO
  • Maria de Fátima Alves de MATOS Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Daniel Dantas Moreira GOMES Universidade de Pernambuco (UPE/Garanhuns)

Resumo

Por conta da necessidade de proteção, conservação, ordenamento das atividades turísticas e de ocupação ao longo das regiões costeiras, faz-se necessário o monitoramento dos processos associados a transformação desse tipo de paisagem altamente dinâmica e complexa. Desta feita, esse artigo teve como objetivo o monitoramento regionalizado das modificações da linha de costa no município de Beberibe, no estado do Ceará (Nordeste do Brasil), entre os anos de 1979 a 2019 por meio da utilização das imagens históricas da série LANDSAT. Para quantificação de perda e ganho de área, em função da dinâmica costeira, foram seccionados 4 setores principais e aplicados os métodos Change Polygon, já para o cálculo de variação, amplitude e mobilidade da linha de praia foram geradas taxas estatísticas através da ferramenta Digital Shoreline Analysis System (DSAS) nos setores predefinidos. Foram identificadas que a maior variabilidade costeira está relacionada ao Setor 1, e que a menor variação decadal da linha de costa está associada as falésias da Formação Barreiras presentes no Setor de Estudo 4. Constatou-se que essa variação entre os setores está diretamente relacionada as principais feições morfológicas encontradas e com a escala de análise empregada.

Biografia do Autor

Camila Praxedes Braga TEIXEIRA, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Universidade Federal do Ceará. Avenida da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE

Michael Vandesteen Silva SOUTO, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Laboratório de Geoprocessamento (GEOPRO) da UFRN

Lívian Rafaely de Santana Gomes PINHEIRO

Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Laboratório de Geoprocessamento

Maria de Fátima Alves de MATOS, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Laboratório de Geoprocessamento. Avenida Senador Salgado Filho, 3000 - Lagoa Nova, Natal - RN

Daniel Dantas Moreira GOMES, Universidade de Pernambuco (UPE/Garanhuns)

Universidade de Pernambuco (UPE/Garanhuns). Rua Capitão. Pedro Rodrigues - São José, Garanhuns – PE

Publicado
2022-02-02