Youthful basketball players’ motivational dimensions: a study by sex

  • Marcos Alencar Abaide Balbinotti Université du Québec, Trois-Rivières, Québec, Canadá
  • Ricardo Pedrozo Saldanha Faculdade Cenecista de Osório, RS e Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS
  • Carlos Adelar Abaide Balbinotti Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS

Abstract

Abstract: This research aims to describe and compare the average rates obtained from the assessment of six motivational dimensions controlled by variable sex: Stress’ Control, Health, Sociability, Competitiveness, Aesthetic and Pleasure. Accordingly, a sample of 441 youthful basketball players of both sexes and ages ranging from 13 to 16 years, answered the “Inventário de Motivação à Prática Regular de Atividade Física e/ou Esporte” (IMPRAFE-54). Results indicated, regardless of gender in analysis, the Pleasure is the motivation’ dimension that motivates the most this athletes. Still, the only two dimensions that showed significant differences (p < .05), when sex is controlled, is Competitiveness and Aesthetics. One of the main conclusions is: the boys seem to be more motivated by competition and the girls by the feeling of belonging to a group. New studies must deepen these results, searching to try to explain a cultural explanation for this difference. Key words: Basketball; Youthful athletes. Motivation. Sex. Comparative Study.

Author Biographies

Marcos Alencar Abaide Balbinotti, Université du Québec, Trois-Rivières, Québec, Canadá
Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1988), mestrado em Psicologia Social e da Personalidade pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1994) e doutorado em Psicologia pela Université de Montréal (2000). Possui dois pós-doutorados, o primeiro realizado no Laboratoire de Variables Affectives (LaVA) pela Université de Montréal (2001), em Montreal (Canadá), dirigido pelo prof. Dr. Bernard Tétreau, e o segundo realizado no Collectif de Recherche en Counseling et Développement de Carrière (CRCDC) pela Université de Sherbrooke (2006-2008), em Sherbrooke (Canadá), dirigido pela profa. Dra. Marcelle Gingras. Integra o Conselho Editorial da Revista Brasileira de Orientação Profissional. É prof. licenciado para estudos pós-doutorais da Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Atualmente é prof. horista da Université du Québec à Montréal (UQÀM). Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Construção e Validade de Testes, Escalas e Outras Medidas Psicológicas, atuando principalmente nos seguintes temas: interesses profissionais, maturidade e motivação referente à carreira e estudos normativos, descritivos e exploratórios. Atualmente tem se interessado por Psicologia do Esporte. Participa de vários Eventos Científicos de caráter nacional e internacional. É autor de capítulos de livros e de diversos artigos científicos publicados em revistas especializadas. É lider de Grupo de Pesquisa no CNPq (Núcleo de Estudos em Pedagogia e Psicologia do Esporte). É membro da Ordre des Conseillers et des Conseillères d'Orientation et des psychoéducateurs et psychoéducatrices du Québec (OCCOPPQ). É membro do grupo de pesquisadores do Centre de Recherche et d'Intervention sur l'Éducation et la Vie au Travail (CRIEVAT), de l'Université Laval. É diretor-fundador do Service d'Intervention et de Recherche en Orientation et Psychologie (SIROP), em Montreal, no Canadá. Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9616065776169397
Ricardo Pedrozo Saldanha, Faculdade Cenecista de Osório, RS e Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS
Atualmente é professor da Faculdade Cenecista de Osório. Mestre em Ciências do Movimento Humano/UFRGS e Doutorando do Programa de Pós Graduação de Ciências do Movimento Humano da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS). Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Pedagogia do Treinamento Desportivo, atuando principalmente nos seguintes temas: pedagogia do treinamento desportivo, psicologia do esporte, avaliação em educação física e treinamento físico. Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5527394540187848
Carlos Adelar Abaide Balbinotti, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS
Possui graduação em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1984) , especialização em Treinamento Físico e Desportivo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1986) , mestrado em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1994) e doutorado em Ciências do Desporto pela Universidade do Porto (2003) . Atualmente é Professor Adjunto 1 da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Educação Física. Atuando principalmente nos seguintes temas: Especialização Precoce, Tenistas Brasileiros, Treino de Jovens. Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/4339843006767242
Published
2009-06-26
Section
Original Articles