PRODUÇÃO DO ESPAÇO NA BACIA DO MÉDIO IVINHEMA-MS

  • Luis Ramão LOUVEIRA FUNDECT
  • Lisandra Pereira LAMOSO UFMS

Resumo

Este texto analisa o processo de ocupação e povoamento da região da Bacia do Médio Ivinhema, Sul de Mato Grosso do Sul, como parte constituinte do desenvolvimento regional recente. Fazem parte dessa abordagem: as primeiras atividades econômicas, a implantação do projeto de colonização federal, a inserção do binômio soja-trigo e sua posterior transição para o binômio soja-milho, a instalação das agroindústrias e a estrutura fundiária. De ocupação recente, predominam, na área, os determinantes da inserção do capital industrial através da comercialização de grãos e da agroindústria da suinocultura e da avicultura, que se reflete no urbano na forma de uma rede de estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços a esse complexo produtivo. As relações campo-cidade como expressões do espaço regional produzido, incorporam determinações exógenas (inserção no mercado externo) e endógenas (urbanização e fortalecimento do município de Dourados como pólo regional). Palavras-chave: Bacia do Médio Ivinhema; agroindústria; suinocultura; avicultura; desenvolvimento regional.
Publicado
2008-07-08
Seção
Artigos

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)