ESPECIAÇÃO, REGIÃO, PROGRESSO E POLÍTICA CULTURAL NA ANTROPOGEOGRAFIA DE FREDERICO RATZEL

  • Nilson Cortez Crocia BARROS UFP

Resumo

O trabalho apresenta discussões no âmbito da biologia e da antropologia na segunda metade do século 19 no que estas discussões influenciaram o desenvolvimento da proposta da antropogeografia de Frederico Ratzel. Esta proposta é entendida como uma interpretação da influência do meio, da difusão e da adaptação sobre as possibilidades evolutivas das populações humanas. Atenção central é dedicada às idéia de mecanismos de especiação ou diferenciação (biologia) e progresso/mudança cultural (antropologia/história). As influências da filosofia holística e histórica alemã na antropogeografia de Ratzel são indicadas. Palavras-chave: Ratzel; antropogeografia; história da geografia.
Publicado
2008-07-16
Seção
Artigos