GÊNERO NO CAMPO: SIGNIFICADO DO GRUPO MOBI E AS EXPERIÊNCIAS DAS MULHERES INSERIDAS NA CAFEICULTURA EM POÇO FUNDO-MG

  • Camila Turmina BATICINI
  • Flamarion Dutra ALVES UNESP - RIO CLARO

Resumo

A abordagem sobre “gênero no campo” perpassa pelas relações de dominação e poder existentes no mundo rural, cujo ambiente tem sido palco de um crescente engajamento político das mulheres nas últimas décadas. Este estudo tem como objetivo a análise de um caso específico de organização de mulheres que fazem parte de um movimento de contestação dessa ordem, na medida em que os papéis deixam de ser atribuídos por conveniência ou por dominação: Mulheres Organizadas Buscando Independência, que trabalham sobretudo na cafeicultura orgânica no município de Poço Fundo-MG. A partir disto, norteia-se pela abordagem fenomenológica para o resgate da percepção das integrantes do grupo sob diversos temas, como: a relação da mulher com o campo; a importância da produção orgânica bem como as suas implicações; e a luta da mulher que busca independência. Busca-se, assim, compreender o significado do grupo em suas vidas para além da atividade econômica desempenhada.
Publicado
2019-02-05