PREDIZENDO MUDANÇA DE POPULAÇÃO A NÍVEL MICRO

  • David J. MORGAN
  • Gundars RUDZITIS

Resumo

Escolas primárias nos Estados Unidos têm sido afetadas pelas mudanças populacionais que provocam uma redução de matrículas nas mesmas. Os documentos de registros escolares, tanto a nível nacional quanto local, têm revelado a diminuição de matrículas em muitas comunidades. A questão da composição racial das comunidades e das escolas tem contribuído sensivelmente para criar estas situações. Os administradores escolares estão assim diante de mudauças quanto à utilização das facilidades físicas já envelhecidas, a relação entre o tamanho da escola face ao número de matrículas e ao desenvolvimento de planos sistemáticos relacionados às alterações futuras na população escolar. Como os custos operacionais das escolas estão, frequentemente, relacionados às matrículas, uma compreensão adequada das tendências das mesmas é essencial. Os geógrafos possuem os instrumentos e o treinamento para fornecer aos tomadores de decisões em questões educacionais informações seguras sobre mudanças populacionais. O propósito desta contribuição é a de descrever um estudo das tendências demográficas da comunidade as quais influenciam o volume de matrículas em um distrito escolar. Os membros de uma escola primária suburbana de lllinois necessitavam orientação para poder responder uma questão fundamental de planejamento: há espaço adequado para atender o número das futuras matrículas escolares? A resposta a esta questão indicaria se uma nova escola deveria ser construída com os recursos já limitados ou se o investimento deveria ser aplicado nas estruturas já existentes.

Biografia do Autor

David J. MORGAN

Professor da University of Texas, em Dallas.

Gundars RUDZITIS

Professor da University of Texas, em Austin. 

Publicado
2020-03-26
Seção
Artigos