ANÁLISE DA OCORRÊNCIA DE FEIÇÕES EROSIVAS LINEARES NA ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL (APA) DO TIMBURI, PRESIDENTE PRUDENTE (SP)

  • Emanuela Sanches MOREIRA Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • Leonardo da Silva THOMAZINI Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • João Osvaldo Rodrigues NUNES Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • Melina FUSHIMI Universidade Estadual do Maranhão (UEMA)
  • Caio Augusto Marques dos SANTOS Universidade Federal de Rondonópolis (UFR)

Resumo

Os processos erosivos, resultados de alguns fenômenos físicos, em muitos casos atrelados as atividades humanas, geram perda de solos e criam um ambiente de vulnerabilidade, com perda da estabilidade e fertilidade do solo, afetando negativamente a economia e a sociedade. A fim de mitigar e, quando possível, prevenir os processos erosivos, faz-se necessário o conhecimento das características físicas e históricas da área. Assim, diante da homologação da primeira Área de Proteção Ambiental, localizada no Bairro do Timburi, município de Presidente Prudente (SP), este trabalho tem como objetivo analisar a ocorrência de processos erosivos lineares, e seus condicionantes geomorfológicos. Neste aspecto, foram elaborados diversos mapas temáticos, tendo como ponto central as formas de relevo, e a realização de trabalhos de campo para identificação das áreas mais vulneráveis ao desenvolvimento dos processos erosivos.  Como resultados identificou-se que, das 78 feições erosivas lineares mapeadas, 48 (61,54%) estão em vertentes côncavas; 33 (42,3%) em declividade de 5-10%; e 55 (70,51%) relacionadas a áreas antrópicas agrícolas.

Biografia do Autor

Emanuela Sanches MOREIRA, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Graduanda em Geografia pela FCT/UNESP – Presidente Prudente.

Leonardo da Silva THOMAZINI, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Pós-doutorando do Programa de Pós Graduação em Geografia da UNESP – Presidente Prudente.

João Osvaldo Rodrigues NUNES, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Professor Adjunto Livre Docente do Departamento de Geografia da FCT/UNESP – Presidente Prudente.

Melina FUSHIMI, Universidade Estadual do Maranhão (UEMA)

Professora Drª do Programa de Pós Graduação em Geografia, Natureza e Dinâmica do Espaço da Universidade Estadual do Maranhão - UEMA.

Caio Augusto Marques dos SANTOS, Universidade Federal de Rondonópolis (UFR)

Professor Dr. Do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Rondonópolis – UFR.

Publicado
2020-09-14
Seção
Artigos