AS ALTERAÇÕES NA DINÂMICA FLUVIAL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO ARROIO SANTA BÁRBARA - PELOTAS (RS)

  • Adriano Luís Heck SIMON UNESP
  • Cenira Maria Lupinacci da CUNHA UNESP

Resumo

O artigo tem como objetivo analisar as principais alterações na dinâmica fluvial ocorridas na bacia do Arroio Santa Bárbara, durante 42 anos (1953 – 1995). A área situa-se na porção sudoeste do município de Pelotas Estado do Rio Grande do Sul, inserindo-se no conjunto de bacias do sistema lacustre Patos-Mirim. Para avaliar as alterações ocorridas sobre a dinâmica fluvial da área em questão, foram elaborados mapas que representam as características da rede de drenagem em três cenários – 1953, 1965 e 1995, a partir da interpretação de pares estereoscópicos de fotografias aéreas. As atividades de fotointerpretação também possibilitaram a avaliação do comportamento do uso da terra e das transformações ocorridas na morfologia original, orientando os trabalhos de campo para os pontos críticos de alteração na rede de drenagem. A ação humana sobre o sistema natural, por meio das intervenções diretas e indiretas, desencadeou uma série de transformações na dinâmica fluvial. Mecanismos de controle antrópico exercidos sobre a rede de drenagem foram identificados em todos os setores analisados e a capacidade de intervenção destes componentes artificiais, mostrou-se mais intensa em cada um dos cenários mapeados. Tais ações obtiveram respostas do sistema, que procurou reajustar-se diante das novas características impostas aos processos naturais. Palavras-chave: Dinâmica Fluvial. Alterações Ambientais. Pelotas.
Publicado
2008-08-27
Seção
Artigos