PROPOSTA DE CLASSIFICAÇÃO DA MORFOLOGIA URBANA EM CIDADES BRASILEIRAS

Resumo

O crescimento da urbanização brasileira nas últimas décadas trouxe uma mudança evidente na trama da paisagem urbana e, consequentemente, na cobertura do solo. Nesse sentido, este trabalho visa a elaboração e aplicação de classes tipológicas que contemplem seu uso na realidade urbana das cidades brasileiras com as classes tipológicas da morfologia da paisagem urbana, baseadas na cobertura do solo. Para isso, foram feitas algumas adaptações com base na metodologia de classificação descrita por Kafta (2014) de forma a torná-las simples e práticas na definição das classes elaboradas. Além disso, utilizamos elementos tipológicos, sendo a matriz de forma urbana: as formas construídas. Assim, foram identificadas sete classes iniciais com base na cobertura do solo e formas construídas e 26 classes tipológicas da morfologia da paisagem urbana unindo elementos paisagístico-arquitetônicos com elementos ambientais. Utilizamos recortes em escala de 1: 20000 para as cidades de Recife, Rio de Janeiro, São Paulo e Natal para validar o uso das classes e tipologias da morfologia da paisagem urbana. Por fim, as 26 classes destinadas a identificar as Tipologias da Morfologia da Paisagem Urbana se mostram eficientes para classificação em diferentes ambientes urbanos.

Biografia do Autor

Luiz Carlos Silva Filho, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Graduado em Licenciatura no curso de Ciências Geográficas pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2018). Mestre em Geografia pelo Programa de Pós Graduação em Geografia - PPGe (2021) pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, orientado pela Professora Drª. Zuleide Maria Carvalho Lima e Coorientado pelo Professor Lucas Costa de Souza Cavalcanti, intitulada como DO GEOSSISTEMA-TERRITÓRIO-PAISAGEM À CARTOGRAFIA ANTROPOFÁGICA DAS PAISAGENS: PROPOSTA PARA COMPREENSÃO DA FORMAÇÃO HISTÓRICA E OCUPAÇÃO DO SOLO LITORÂNEA DO RECIFE-PE.

Lucas Costa de Souza Cavalcanti, Universidade Federal de Pernambuco (UFPB)

Doutor em Geografia, é professor da Universidade Federal de Pernambuco. Está vinculado ao Departamento de Ciências Geográficas onde lidera o Grupo de Pesquisas sobre Geossistemas e Paisagem e é professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Geografia e coordenador do Mestrado Profissional em Ensino de Geografia (PROFGEO). Foi Professor do Colegiado de Geografia da Universidade de Pernambuco (Campus Petrolina) entre 2013-2016, quando liderou o Grupo Paisagem e Patrimônio Natural e ajudou a criar o Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares. Também é colaborador do Plano de Ação Nacional para a Conservação da Ararinha-azul. Tem experiência no levantamento e cartografia de paisagens, na aplicação de geotecnologias para estudos do ambiente, educação geográfica e ambiental e teorias da Geografia Física.

Zuleide Maria Carvalho Lima, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Pós-Doutora pela UFRN. Possui graduação em Geografia Bacharelado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1993), graduação em Geografia Licenciatura pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1995), Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo) pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1997) e Doutorado em Programa de Pós Graduação em Geodinâmica e Geofísica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2004). Atualmente sou Professora Titular do Departamento de Geografia da UFRN. Tenho experiência na área de Geociências, com ênfase em Geografia Física, atuando principalmente nos seguintes temas: Paisagem Costeira, Ambiente Costeiro, Praia de Ponta Negra, Monitoramento Ambiental, Uso e Ocupação do Solo e Geodiversidade.

Publicado
2022-04-22
Seção
Artigos