EXPANSÃO URBANA A PARTIR DOS PROCESSOS DE VILEGIATURA E DO TURISMO DE SOL E MAR NA ILHA DO ATALAIA, SALINÓPOLIS/PA, BRASIL

Resumo

A vilegiatura e o turismo de sol e mar são responsáveis por mudanças na paisagem da zona costeira brasileira e impulsionadores da expansão urbana. O artigo objetiva avaliar a expansão urbana decorrente do processo de vilegiatura e do turismo de sol e mar ocorrida, no período entre 1984 e 2021, na ilha do Atalaia, localizada no município costeiro de Salinópolis/PA, Brasil. O estudo foi realizado mediante a elaboração e a interpretação de mapas temáticos temporais. Esses mapas foram feitos a partir da interpretação visual de imagens de satélites Landsat 5 e Sentinel-2 em um Sistema de Informação Geográfica (SIG). As áreas urbanizadas foram identificadas e mapeadas através da avaliação de ruas e quadras bem delineadas, e de grandes áreas de solo exposto. Os resultados evidenciaram mudanças radicais na paisagem da ilha promovidas pela expansão urbana decorrentes da instalação de empreendimentos, segundas residências e infraestruturas de suporte à vilegiatura e ao turismo de sol e mar, localizados, sobretudo próximos às praias. Contudo, tais alterações tiveram extensão limitada na ilha. Além disso, o trabalho destacou espacialmente, também, a formação inicial e a consolidação da mancha urbana adjacente às praias da ilha.

Biografia do Autor

Luiz Henrique Almeida Gusmão, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente Urbano pela Universidade da Amazônia (UNAMA). Geógrafo pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Analista em Processamento de Imagens Orbitais no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Helena Lúcia Zagury Tourinho, Universidade da Amazônia (UNAMA)

Doutora em Desenvolvimento Urbano (UFPE). Professora e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em
Desenvolvimento e Meio Ambiente Urbano, Universidade da Amazônia (UNAMA).

Cassiano Gustavo Messias, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Doutor e Mestre em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Coordenador Técnico no Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (PRODES) no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Publicado
2022-11-24
Seção
Artigos