A CARTOGRAFIA DAS PERDAS DE SOLO POR EROSÃO E A PROPRIEDADE RURAL: A BUSCA DE UMA UNIDADE ESPACIAL DE MAPEAMENTO

  • Cenira Maria Lupinacci da CUNHA Universidade Estadual Paulista
  • Iandara Alves MENDES UNESP
  • Miguel Cézar SANCHEZ UNESP

Resumo

A erosão constitui-se, na atualidade, em um dos mais graves problemas ambientais enfrentados pela humanidade, cujas conseqüências afetam tanto as áreas rurais como urbanas. Neste contexto, o objetivo principal deste trabalho foi obter e cartografar dados de perdas de solo por erosão e de potencial natural a erosão para cada propriedade rural inserida nas bacias dos Córregos Jacu e Santo Antonio. Para tanto, fez-se necessário levantar dados pedológicos, de uso da terra, pluviométricos e geomorfológicos, os quais foram sintetizados através do uso da Equação Universal de Perdas de Solo (USLE), organizada por WISCHMEIER & SMITH (1978), a fim de quantificar as perdas ocorridas nas bacias. Através de tais procedimentos, constatou-se que de maneira geral nas bacias enfocadas ocorrem perdas de solo superiores aos limites de tolerância suportáveis pelos atributos físicos das áreas estudadas, ocorrendo exceções somente nos setores onde o uso da terra se faz através da silvicultura. Desse modo, esta pesquisa procura alertar para as conseqüências danosas provenientes de um uso da terra incompatível com a capacidade de suporte dos atributos físicos da paisagem, assim como para a necessidade de estudos cujos resultados possam ser utilizados pelos proprietários e/ou pelos profissionais voltados para o manejo rural. Palavras-Chave: erosão, bacia hidrográfica, propriedade rural.

Biografia do Autor

Cenira Maria Lupinacci da CUNHA, Universidade Estadual Paulista
Universidade Estadual Paulista; Instituto de Geociências e Ciências Exatas; Departamentode Planejamento Territorial e Geoprocessamento
Publicado
2009-02-17
Seção
Artigos

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)