UTILIZAÇÃO DE SIG NA INTEGRAÇÃO DE DADOS DOS QUADROS FÍSICO-NATURAL E SÓCIO-ECONÔMICO DA REGIÃO ADMINISTRATIVA DE CAMPINAS: UMA PROPOSTA METODOLÓGICA

  • JOSE FLAVIO MORAIS CASTRO PUC MINAS
  • Lucia Helena de Oliveira GERARDI UNESP
  • Ana Carolina BUFALO UNESP

Resumo

O estudo teve como objetivo maior, desenvolver metodologia para integração de dados do quadro físico-natural a dados do quadro sócio-econômico em ambiente de Sistemas de Informação Geográfica (SIG’s). Como objetivo específico e em decorrência da integração de dados, foram avaliadas as possibilidades de atualização cartográfica de dados, por método digital. Tendo como área de estudo a Região Administrativa de Campinas, foi digitalizada, no sistema SGI/INPE, a base municipal e a distribuição da cana-de-açúcar da região para o ano de 1980. Concomitantemente foi criado um banco de dados, a partir do Censo Agropecuário (IBGE, 1980), contendo área plantada e produção de cana-de-açúcar na região. O método consistiu na criação de três layers; o primeiro, constituído da divisão por município; o segundo, da distribuição da cana-de-açúcar obtida da Carta de Utilização da Terra do Estado de São Paulo (IGC, 1980); e, o terceiro, dos tipos de solos (MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, 1960). Foi possível, através do sistema IDRISI, identificar e mapear a produtividade da cana-de-açúcar e integrá-la ao mapa de potencial agrícola do solo obtendo-se, desta forma, o mapa da relação produtividade/potencial da cana-de-açúcar. Palavras-chave: Sistema de Informação Geográfica, cartograma, análise espacial, produção e produtividade da cana-de-açucar, banco de dados.
Publicado
2009-02-19
Seção
Artigos