A PESQUISA-AÇÃO: UMA TRILHA PARA A EDUCAÇÃO AMBIENTAL

  • Maria Beatriz Junqueira BERNARDES UFU
  • Marlene Terezinha de Muno COLESANTI UFU
  • Valéria Guimarães de Freitas NEHME ESCOLA AGROTECINICA FEDERAL DE UBERLANDIA

Resumo

O surgimento da Educação Ambiental é decorrente da necessidade de se apresentar um ‘novo’ papel para o homem em seu espaço de vivência. Seu caráter enfatiza a possibilidade de redefinir hábitos, atitudes e valores do ser humano. Uma vez que ele é um ser da natureza, tem a responsabilidade de repensar a ética, bem como o sentido da vida e de sua existência. Cabe destacar que a Educação Ambiental deve ser entendida como força motriz e que vê a educação como componente de transformação social inspirada no diálogo para busca da compreensão do mundo em sua complexidade e da vida em sua totalidade. Acredita-se que a pesquisa-ação como metodologia é um instrumento valioso para a pesquisa e prática da Educação Ambiental, pois ela desempenha um papel ativo para equacionar os problemas sociais e ambientais existentes e para acompanhar e avaliar as ações desencadeadas por esses problemas. Palavras-Chave: Educação Ambiental. Pesquisa-ação. Ser humano.
Publicado
2009-10-29
Seção
Artigos