GEOGRAFICIDADE E ESPACIALIDADE NA LITERATURA

  • Eduardo MARANDOLA JR UNICAMP

Resumo

Geografia e Literatura são duas formas de conhecimento milenares que possuem raízes comuns e uma relação histórica indissociável. A modernidade, no entanto, encarregou-se de separá-las, colocando-as em duas “gavetas” distintas: Ciência e Arte. Há, no entanto, caminhos que continuam ligando estas duas formas de ver o mundo, tornando-as permeáveis. Cada uma, à sua maneira, funda novos mundos, a partir da relação criativa da razão-emoção-imaginação. O resultado são espacialidades e geograficidades que colocam o espaço e a geografia como elementos inalienáveis e fundamentais de toda narrativa e não apenas como palcos da trama literária. Este entendimento abre possibilidades de leitura da Literatura, assim como amplia o sentido do geográfico num mundo dinâmico e pluralista. Palavras-chave: Geografia e Literatura. Criação literária. Ciência e Arte. História do Pensamento Geográfico. Humanismo em Geografia.
Publicado
2011-08-19
Seção
Artigos

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)