TRANSFORMAÇÕES SÓCIO-REGIONAIS DECORRENTES DA CONSOLIDAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DA CULTURA DO CAFÉ NO CERRADO MINEIRO

  • Patricio Aureliano Silva CARNEIRO
  • Maurício Paulo Ferreira FONTES
  • Rosa FONTES
  • João Carlos KER

Resumo

As tendências e implicações regionais das mudanças espaciais da cultura do café, nas mesorregiões e microrregiões de Minas Gerais, no contexto dos programas de desenvolvimento do cerrado, são importantes para explicar as transformações sócio-regionais no Estado. Tais programas geraram inúmeras diferenças inter-regionais, provocando grandes mudanças espaciais na agricultura mineira como um todo, que se dirigiu e ainda se dirige, no âmbito de uma filosofia de alta tecnologia, rumo ao Cerrado Mineiro. Paralelamente, acentuou-se a concentração da propriedade da terra e da renda, a perda da importância do fator trabalho e o deslocamento de pequenos produtores. Sobre a ótica das políticas agrícolas, o maior desafio para promoção de um desenvolvimento sócio-espacial mais igualitário no espaço rural mineiro será o fortalecimento dos pequenos produtores das mesorregiões que estão fora dos eixos de modernização agrícola. Palavras-chave: Modernização Agrícola; Cerrado Mineiro; Café.
Seção
Artigos

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)