ANÁLISE URBANA GLOBAL: APLICAÇÃO DO MODELO DE CLASSE LATENTE PARA AS LEADING WORLD CITIES

  • Douglas SATHLER FIH-UFVJM
  • Gilvan Ramalho GUEDES Univale

Resumo

A rede urbana global, cada vez mais integrada, vivenciou uma recente multiplicação de centralidades com notada capacidade de intermediar os diversos tipos de fluxos materiais e imateriais tanto nos países desenvolvidos quanto em desenvolvimento. A multiplicação das abordagens que tratam das cidades mais globalizadas do mundo, com destaque para os trabalhos de natureza empírica, tem trazido elementos importantes para as discussões que passaram a complementar os trabalhos de natureza teórica. Utilizando dados sobre PIB, tamanho populacional e indicadores de conectividade de rede aplicados ao modelo de agrupamento de classes latentes, este estudo traz evidências empíricas sobre a heterogeneidade entre as leading world cities. O modelo identificou 6 tipologias de aglomerações urbanas com características marcadamente distintas: Centros de Conectividade Marginal, Centros Integrados, Centros Emergentes, Grandes Centros Emergentes, Centros Consolidados e Grandes Centros Consolidados. A distribuição espacial dessas classes de aglomeração assume um padrão espacial definido ao redor do globo.
Publicado
2013-07-02
Seção
Artigos