ZONEAMENTO GEOAMBIENTAL E FUNCIONAL DA ÁREA URBANA DO MUNICÍPIO DE CUBATÃO-SP

  • Leandro de Godoi PINTON Unesp
  • Cenira Maria Lupinacci da Cunha Universidade Estadual Paulista

Resumo

A degradação do sistema ambiental litorâneo que envolve a área urbana do município de Cubatão-SP ao longo dos séculos a partir de diversas intervenções antrópicas tem corrompido a capacidade desse em suportar impactos ambientais, instaurando a necessidade da elaboração de modelos territoriais que tenha como finalidade o aproveitamento sustentável de seus recursos ou sua proteção integral. Dessa forma, o presente artigo teve como objetivo discutir o zoneamento geoambiental e funcional da área urbana do município de Cubatão-SP, executado por Pinton (2011) através da proposta metodológica de Rodriguez; Silva e Cavalcanti (2004) na escala 1:10.000. A pesquisa teve como respaldo metodológico os princípios que concernem à Teoria Geral dos Sistemas, procurando compreender a área urbana do município de Cubatão-SP como um sistema aberto. Ademais, esses princípios fundamentam a proposta metodológica de Rodriguez; Silva e Cavalcanti (2004). A partir de documento cartográfico específico foi possível revelar os conflitos e/ou adequações do uso da terra atual com a legislação ambiental vigente e com os atributos físicos das paisagens que compõem a área de estudo. A avaliação desses dados forneceu condições ao apontamento de recomendações para cada paisagem, resultando em informações que podem subsidiar o planejamento e ordenamento da ocupação da área de estudo. Palavras-chave: Sistema ambiental litorâneo. Geoecologia da paisagem. Zoneamento geoambiental e funcional. Planejamento ambiental. Geomorfologia.

Biografia do Autor

Leandro de Godoi PINTON, Unesp
Mestre em Geografia pela Universidade Estadual Paulista, Campus de Rio Claro, Av. 24-A n. 1515, CEP 13506-900, Rio Claro (SP).
Publicado
2013-07-14
Seção
Artigos